Destaques

Empresa ameaça abandonar obra de construção do Lago de Fronteiras

A empresa Galvão Engenharia, responsável pela construção do Lago de Fronteiras, ameaça abandonar a obra, que esperou mais de 20 anos para sair do papel. O motivo alegado pela empreiteira é que a Controladoria Geral da União (CGU), órgão fiscalizador do Governo Federal, identificou que a obra está 20% acima do Valor necessário para construção da barragem.

A empresa por sua vez, diz que se for reduzido o valor da obra, não haverá outra saída a não ser abandoná-la. Hoje existe um recurso disponível no valor de 60 milhões de reais assegurados para a continuidade da Obra. Se houver abandono, este recurso volta para o tesouro Nacional sendo necessário uma nova licitação para retomada da construção.

O temor é pelo tempo que isso poderá levar e já existe até a descrença sobre o término da Barragem.

O presidente da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Crateús, José Vagno MOTA, disse que é hora de unir forças, deixar as questões individuais de lado, as paixões políticas partidárias para outro momento, e engajar todas forças para resolver a situação.

Haverá uma forte mobilização junto aos deputados da bancada federal do Ceará para que possam ajuda na solução do problema.

(Redação do Blog Por Douglas Limas)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Redes Sociais

Feiticeiro Fm