Regionais

Bica do Ipu será beneficiada com projeto piloto de recuperação de nascentes

O pontapé inicial para proteção de nascentes do Estado foi dado nesta sexta-feira (14), na sede da unidade de conservação (UC) estadual APA da Bica do Ipu, região da Bacia do Acaraú. A iniciativa vai de encontro a uma demanda recorrente dos Comitês de Bacia do Estado: a de proteção e preservação das nascentes. Em encontros preliminares com o Governador Camilo Santana, as entidades mostraram preocupação com as nascentes de rios cearenses e demandaram apoio em programas de reflorestamento e criação de unidades de conservação de nascentes dos principais rios do Estado.

Coube à APA da bica do Ipu receber o projeto piloto. Promovido e pensado pelo Comitê de Bacia do Acaraú, com apoio da Cogerh e SEMA, o projeto tem o objetivo preservar a qualidade da água da nascente do Riacho Ipuçada, localizado nas dependências do sítio São Paulo. O Riacho faz parte da bacia hidrográfica do rio Acaraú e forma diversas cachoeiras ao longo de seu trajeto, sendo a principal delas a Bica do Ipu.

O processo de recuperação conta com cercamento da área da nascente, obra já realizada e entregue pela Cogerh. Em seguida, o reflorestamento será feito com apoio da Sema e da população local, com a plantação de mudas de plantas.O objetivo é garantir a segurança hídrica para o futuro. “Preservar as nascentes, existentes em torno de toda a extensão do rio, é primordial para nós e para as gerações futuras”, disse o presidente do Comitê de Bacia do Acaraú, José Maria Vasconcelos.

A recuperação de áreas importantes na bacia do Acaraú é uma preocupação constante da gestão ambiental adotada e apoiado pela Cogerh. “Atendemos de imediato a solicitação do Comitê no processo de recuperação das nascentes da Bacia do Acaraú. Vamos apoiar esse programa em todas as nascentes da Bacia além de estender para outras regiões também, em parceria com órgãos ambientais.” ressaltou o presidente da Cogerh, João Lúcio Farias.

Durante o lançamento do projeto, o Comitê do Acaraú prestou uma homenagem à família Ferro. É que o sitio São Paulo, onde encontra-se a nascente preservada, é de propriedade da família. “A família Ferro disse o sim para que a gente pudesse fazer esse trabalho de suma importância para conscientização e educação ambiental aqui no Acaraú”, explicou o presidente do Comitê da Bacia do Acaraú, José Maria.

Bacia do Acaraú 

O rio nasce na Serra das Matas, em Monsenhor Tabosa e deságua no Oceano Atlântico, no município de Acaraú. Possui 370 km de extensão, sendo considerado o segundo maior rio do Ceará. Nele encontra-se o Açude Paulo Sarasate (Açude das Araras).

Comitês de Bacia

Comitês de Bacias Hidrográficas são definidos pela lei estadual nº 14.844 como entes regionais de gestão de recursos hídricos com funções consultivas e deliberativas, atuação em bacias, sub-bacias ou regiões hidrográficas e vinculados ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Conerh). São compostos por representantes dos usuários, da sociedade civil, das prefeituras e dos órgãos de Governo. A Cogerh atua como secretaria executiva dos Comitês, prestando apoio na execução de seus trabalhos.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Redes Sociais

Feiticeiro Fm