Regionais

Paulo Freire amplia reservatório d´água e investe em mandiocultura em Parambu

Na comunidade Serra dos Paulos, no município de Parambu, 58 famílias quilombolas ampliaram em 25 vezes a capacidade do reservatório local e recebem um investimento de cerca de R$ 300 mil pelo Projeto Paulo Freire. O volume é utilizado para garantir a segurança hídrica das famílias, desendentação animal e retomada do cultivo da mandioca. A Cáritas Diocesana de Crateús é a entidade prestadora de Assistência Técnica Contínua que acompanha a comunidade.

“A chegada do Paulo Freire na nossa comunidade mudou muito. A gente resgatou a nossa cultura de mandioca e caju. Antes, poucos da comunidade estavam produzindo porque não tinha maniva (de mandioca) e o projeto trouxe esse estímulo para todos: o que garantiu a produção agrícola e as farinhadas”, atesta Maria Pereira Mota, agente comunitária de saúde e integrante da Associação dos Pequenos Produtores e Quilombolas de Serra dos Paulos.

A venda do excedente da produção de mandioca, da farinha e da goma para tapioca são importantes fontes de renda para as famílias da localidade. Além disso, a aquisição de mudas de caju melhoradas ampliou a área de cultivo e a fabricação de doces e compotas. O próximo passo, de acordo com o projeto da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, é a implantação de uma cisterna de calçadão, com capacidade de 52 mil litros, para ampliar a produção.

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!