Segurança

Irmãos foram agredidos durante assalto na zona rural de Tamboril e um dos acusados é preso pela polícia militar.

Por volta das 5h desta terça-feira (24), o comerciante Moacir Farias de Oliveira, 46 anos, e seu irmão, o agricultor Francisco Farias de Oliveira, 51 anos, ambos residentes na Localidade de Carão – zona rural de Tamboril foram vitimas de assalto praticados por um dupla armada.

De acordo com as vítimas, os dois homens chegaram à residência da família das vítimas, em uma motocicleta e armados com um revolver. Eles anunciaram o assalto e passaram a agir com muita violência e ameaças.

Segundo a polícia, apenas o comerciante Moacir Farias de Oliveira estava com dinheiro. Ele tinha a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais) e um relógio que foi levado pela dupla. Por não ter nada de valor consigo naquele momento, o agricultor Francisco Farias de Oliveira, sofreu várias coronhadas e agressões na região da cabeça e relatou aos policiais que pensou que ia morrer.

Durante o assalto, um dos autores perguntou ao comerciante Moacir pelos cordões de ouro que ele tem guardado. Como está apenas de férias em Tamboril, Moacir disse que havia deixado em sua casa no Rio de Janeiro, onde mora com a família. Segundo o comerciante, devido a isso, ele acabou reconhecendo o rapaz, que responde pelo nome de Gleison e teria morado na mesma rua que ele no Rio de Janeiro.

Depois do assalto, os autores fugiram com destino ignorado.

A polícia militar esteve no local e o comerciante relatou o caso ao sargento Glaubio, que após diligências, prendeu o acusado. Ele é Antonio Gleison Alves do Nascimento, 32 anos, residente na vila Olga, na sede de Tamboril. No local os policias aprenderam uma motocicleta, que foi reconhecida pelas vítimas como sendo o veículo utilizado pela dupla no assalto.

Gleison foi conduzido para a delegacia e em depoimento ao delegado, negou as acusações e disse que estava em casa desde ontem à noite acompanhado da esposa, filhas e duas amigas da esposa e que não teria saído para lugar algum.

Porém, ainda na delegacia, foi descoberto um mandado de prisão contra o mesmo, datado do dia 13 de junho de 2017, assinado pela juíza Carolina Vilela Chaves, na época respondendo pela comarca de Tamboril.

Antonio Gleison foi autuado em flagrante e conduzido para cadeia pública onde permanecerá à disposição da justiça. Já o segundo acusado do crime, não foi identificado pela polícia.

Deixe sua Mensagem

comentários

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 173 outros assinantes