Regional

Manifestantes ocupam lixão e coleta de lixo é paralisada em Crateús.

Manifestantes do Movimento Sem Terra (MST) e outros movimentos sociais, bloquearam na última quinta-feira (06), a entrada do lixão de Crateús, estrada que liga Crateús a localidade de queimadas.

Os manifestantes que estão ocupando a área da entrada do lixão, reivindicam que a Prefeitura Municipal de Crateús disponibilize outro local para destinar os resíduos (lixos), alegando que comunidades próximas, estão sendo atingidas constantemente pela fumaça, após incêndio que aconteceu no lixão em junho deste ano.

De acordo com informações da empresa Impacto responsável pela limpeza pública de Crateús, a empresa conta com um trator de esteira que realiza a manutenção e limpeza do lixão, porém a empresa aguarda uma posição da Prefeitura de Crateús sobre essa situação, já que os manifestantes não querem limpeza e sim a retirada do lixão daquela área.

“Estamos aguardando a posição do prefeito, uma vez que os manifestantes do lixão estão querendo é a retirada do lixão daquele local, ou seja em outro terreno e não mais ali”, disse o encarregado da empresa Impacto, Francisco Mendes.

SOBRE O INCÊNDIO

“Nós da empresa impacto nunca colocamos fogo no lixão e nem autorizamos ninguém a colocar fogo, sabemos que as vezes que pegou fogo foi os próprios moradores de lá mesmo, mas foi acidental”, ressatou.

” E quando pega fogo a empresa sempre disponibilizamos o trator para trabalhar no local e amenizar as chamas e hoje os serviços de coleta está totalmente parado prejudicando unicamente a população”. Informou o encarregado.

(Redação do Blog Por Samila Gomes)

Deixe sua Mensagem

comentários