Segurança

Polícia prende dois acusados de integrar bando que praticava fraudes no DPVAT em Santa Quitéria

Um funcionário do Hospital Municipal de Santa Quitéria foi preso na tarde desta quinta (09), durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, dentro da Operação Contumácia, que investiga fraudes no seguro DPVAT.

Raimundo Gilberto Magalhães Gurgel, 57, foi preso em flagrante por falsidade ideológica de documento e material. Em sua residência, foram apreendidos documentos médicos com assinaturas falsas.

Segundo a delegada de Santa Quitéria, Joseanna Carla, Raimundo Gilberto, que trabalhava no arquivo da unidade, colaborava com o esquema, fornecendo os documentos necessários para as fraudes.

A delegada afirmou que o grupo criminoso já atuava no município a cerca de cinco anos, tendo movimentado mais de R$ 2 milhões em fraudes, tendo chamado a atenção dos investigadores, principalmente, pelo padrão de vida dos envolvidos, incompatível com as suas atividades formais.

A Operação Contumácia prendeu ainda ontem, pela manhã, o empresário José Galvane Braga Sales, 54, apontado como chefe da organização criminosa. Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, ele já respondia a cerca de 50 processos criminais por estelionato e também será indiciado por lavagem de dinheiro.
Os dois envolvidos estão recolhidos na Cadeia Pública de Santa Quitéria.

 

Comente com Facebook