Segurança

Tamboril: polícia militar prende o segundo acusado de participação no homicídio ocorrido em Sucesso.

Jorge Luis Martins, “Jorginho”, foi preso na tarde desta segunda-feira (09), em uma ação articulada da Polícia Militar. Ele estava na casa de um tio no Bairro Vila Timbó, quando foi surpreendido pelos policiais. Segundo o sargento Siqueira, desde quando o crime aconteceu a PM não parou um só instante na tentativa de prender o acusado. Ele não esboçou reação e foi conduzido para a delegacia de polícia civil de Tamboril.

Junto com Josimar Martins, que já se encontra preso, os dois mataram um homem e feriram outros dois na madrugada da sexta-feira (06) no distrito de Sucesso.

Segundo informações da polícia militar, a prisão de Jorginho só foi possível graças a colaboração da população, que vinham informando o possível paradeiro de Jorginho. Em entrevista a nossa reportagem, o sargento Siqueira disse que o acusado confessou a autoria do homicídio e disse que a arma do crime ele teria comprado em Fortaleza na feira da Parangaba.

Porém, Jorginho disse em entrevista a Feiticeiro Fm, que na noite antes do crime, Josimar teria ido na casa dele e pegou o revolver sem sua autorização. Ele saiu a procura dele e ouviu dele: “hoje nos vamos matar ele”. Ele afirma que todo o planejamento para matar o Antonio Luciano, foi do seu primo Josimar. “eu dei apenas o primeiro tiro, os outros quem deu foi o Josimar. Eu não tinha motivo pra fazer nada com ele não. Josimar que queria matar ele porque por causa do emprego lá nas coxeiras, ele foi tirado do emprego e o ‘Cilano” foi colocado no lugar dele. 

Jorginho ressaltou ainda que não foi apenas ele que foi convidado por Josimar para cometer o crime, outras pessoas também foram. Na entrevista ele disse que está arrependido e havia combinado com sua família de se entregar no fim da tarde desta segunda. Inclusive, ele afirma que durante a manhã esteve em Tamboril a procura de um advogado para se apresentar e depois retornou para Sucesso. Mas acabou sendo preso antes disso.

Após os procedimentos realizados pelo Delegado Dr. Augusto Soares, Jorginho foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil (Art. 121, parágrafo 2º, II). Ele já responde por lesão corporal (Art. 129) e roubo (Art. 157)

A entrevista completa vai ao ar na edição desta terça-feira (09) a partir do meio dia no Jornal A HORA DA VERDADE da Feiticeiro Fm. Você pode ouvir a nossa rádio ao vivo pelo site www.feiticeirofm.com.br – ou instalando nossos aplicativos no seu celular no links a seguir: ANDROID ou iOS.

 

Deixe sua Mensagem

comentários