Policial

Mauro Filho agradece pelos 1,6 milhão de votos e comenta erro das pesquisas.

unnamed-7

O candidato ao Senado pela coligação “Para o Ceará Seguir Mudando”, Mauro Filho (PROS), agradeceu ao povo cearense e à sua militância, na tarde desta segunda-feira (6), em coletiva a imprensa, os quase 1,6 milhão de votos creditados a ele, no último domingo (5).

Ele também comentou a falha da margem de erro das pesquisas que o colocaram bem atrás da votação real das urnas. “Eu preciso agradecer ao povo pelos quase um milhão e seiscentos mil homens e mulheres cearenses que acreditaram nesse projeto, mesmo com o que aconteceu em relação às pesquisas eleitorais, que me colocavam um dia antes do pleito com 21% e, de uma hora para outra, as urnas me aparecem aí com quase 40%”, afirmou.

Para Mauro, o percentual de votos atingido foi bastante significativo para o processo eleitoral, porém, é preciso que a população avalie e repercuta o equívoco dos institutos de pesquisa. “As nossas convicções talvez não devam ser formadas pela pesquisa eleitoral. Você tem de analisar quem é o candidato, quais são as propostas e o que elas representam para o futuro do Estado e do Brasil. Mas, muitas vezes, elas desestimulam a militância, seus aliados ficam mais preocupados e isso acaba tendo um impacto no desempenho de todo o processo eleitoral”, admitiu.

Ele ressaltou ser natural haver discrepâncias eleitorais, mas não como ocorreu na corrida por uma vaga ao Senado no último pleito. “Diferenças de dois, três ou quatro pontos para mais ou para menos acontecem. Mas você ter uma diferença de 21% para 40% é realmente um fato a ser melhor avaliado”, complementou.

O ex-secretário estadual da Fazenda acrescentou que continuará engajado na campanha de Camilo Santana (PT) ao Governo do Estado. Segundo ele, é importante lutar pela manutenção do projeto estadual e nacional que vem melhorando a qualidade de vida do povo cearense e brasileiro. “A gente não pode retroceder em todos os avanços que foram conseguidos ao longo dos últimos anos e vamos sensibilizar os cearenses do Interior, Capital e Região Metropolitana de Fortaleza para que esse projeto continue avançando. Quem está mais preparado para dar prosseguimento a isso é Camilo Santana e Izolda Cela”, ratificou.

Durante a coletiva, Mauro não poupou críticas ao modo como a campanha de Eunício Oliveira foi conduzida no primeiro turno. “Se existe alguém que usou estrutura de milícia foi o lado de lá. É impressionante como nesta campanha saíram informações inverídicas, mentirosas, falsas e descabidas. Usaram de um aparato de milícia tentando nos coagir na hora do voto e isso vai ser investigado agora para o segundo turno”, concluiu.

(Site do Pros)

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!