Policial

“Eu não vou abrir mão de lutar para que a refinaria venha para o Ceará”, diz Governador

˜Esse projeto da refinaria é um sonho de décadas dos cearenses. Eu não vou abrir mão de lutar para que o empreendimento venha para o Ceará. Como a siderúrgica, que ninguém acreditava e hoje é uma realidade”, afirmou o governador Camilo Santana, antes de participar nesta manhã (30) da posse da nova diretoria da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece). O governador conversou ainda na quarta-feira (28) com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, para solicitar uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff.

“Eu quero ainda conversar pessoalmente com a presidenta Dilma, assim como quero conversar com a presidenta da Petrobras para buscarmos alternativas. Até porque, na própria resolução do balanço da Petrobras, é colocado que a empresa irá buscar alternativas para honrar os compromissos assumidos por ela com estados e municípios˜, disse Camilo. “A minha maior surpresa foi que este mês saiu uma medida provisória do Governo (Federal) autorizando que a Petrobras iniciasse a terraplanagem, mais de 300 milhões autorizados pelo governo, para que se iniciassem as obras. Então, eu não deixar de continuar defendendo esse importante projeto”, citou.

O governador ressaltou que os prejuízos do Estado são ˜imensuráveis˜. “Não é só o prejuízo de você adquirir um terreno ou uma estrutura, é o prejuízo de todo um planejamento que vinha sendo feito pelo estado, as universidades com cursos já nessa área e o estado que construiu um centro de capacitação do trabalhador cearense voltado na área da petroquímica. Por isso eu reagi com indignação, pela forma que esse processo foi conduzido e a maneira que foi anunciado”, disse Camilo. “Vamos buscar alternativas, seja com outros parceiros, seja dialogando com o Governo. Vamos defender os interesses do povo cearense˜.

Compartilhe!

APP FEITICEIRO FM

PÚBLICIDADE INSTITUCIONAL

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!