Policial

Tamboril – Sindicato dos trabalhadores cobra para transporte do milho e trabalhadores reclamam.

milho da conab

O sindicato dos trabalhadores rurais de Tamboril, está sendo acusado pelos agricultores do município de cobrar a quantia de R$ 3,00 (três reais) por cada saca transportada do armazém da Conab até a sede do município de Tamboril. Se o transporte acontecer para a zona rural, a cobrança passa a ser R$ 6,00 (seis reais) por saca de milho transportada.

A cobrança ocorre mesmo depois do prefeito Ramiro, ter disponibilizado, de forma gratuita o transporte do milho para a sede e para os distritos do município.

A reclamação dos agricultores é porque além do aumento no valor da saca de milho, que está custando cerca de R$ 33,29 (trinta e três reais e vinte e nove centavos), o valor da cobrança encarece ainda mais, já que a cobrança é por saca.

O assessor de comunicação do MST Gene Santos, divulgou uma nota em sua página pessoal no Facebook, onde critica a ação do presidente do sindicato, Vereador Bibi. Na nota o assessor do MST diz “É importante ressaltarmos que a venda do milho em balcão realizada pela CONAB é fruto da Luta dos Movimentos Sociais do Brasil, aqui em Tamboril essa conquista sempre foi coordenada em uma parceria entre organismos públicos e sociedade Civil organizada, dentre estes: MST, EMATERCE, Secretaria Municipal de Agricultura e Sindicato dos Trabalhadores Rurais”

O transporte do milho já é cedido a muitos anos pela prefeitura de Tamboril do armazém da CONAB para o município.

Para muitos agricultores a medida é lamentável, diante do quadro de estiagem, e acima de tudo de situação dos agricultores, haja vista que do ano passado para este ano, já houve um aumento abusivo no valor da saca do milho.

Abaixo reproduzimos a nota divulgada pelo assessor do MST Gene Santos em sua página pessoal no Facebook.

GENE_MST

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!