Policial

Tamboril – Coordenadora do Bolsa Família alerta beneficiários para prazo final de atualização cadastral.

Em Tamboril, mais de 4.900 famílias são beneficiadas com o Bolsa Família, pela regra, devem fazer parte do programa, famílias com renda mensal de até R$ 77 por pessoa, devidamente cadastradas. Quem também tem direito ao benefício são as famílias com renda de R$ 77,01 a R$ 154 por pessoa, que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que estejam amamentando), crianças até 12 anos e adolescentes com até 17 anos.

Rosicléia Barbosa_CAdÚNICO

Em entrevista ao Jornal A HORA DA VERDADE da Feiticeiro Fm desta quarta-feira (11), a coordenadora do Programa no Município, Rosicléia Barbosa, alertou aos beneficiários sobre a atualização cadastral do Bolsa Família, referente ao ano de 2014, que acontecerá até o dia 20 de março.

Rosicléia, chama atenção, para as famílias que mudaram de endereço, ou os filhos mudaram de escola, e que ainda não informaram ao cadastro único do município, sobre a mudança, afim de que o seu cadastro seja atualizado e não haja nenhum problema no recebimento do beneficio.

Segundo a mesma, muitas pessoas que recebem o beneficio acabam viajando para outros estados, e quando acontecem as visitas domiciliares elas não são encontrados e perdem o direito ao beneficio. Rosicléia disse que as pessoas que mudam de cidade, podem seguramente pedir a transferência da renda para onde vai morar, e assim não prejudicar as vagas disponibilizadas para Tamboril.

Questionada sobre a denuncia de que pessoas que não se encaixam no perfil do programa estão recebendo o beneficio, Rosicléia alerta que existe um conselho municipal, que acompanha e faz a averiguação das denuncias que chegam ao cadastro único. No local, existem um urna para recebimento de denuncias que são verificadas e caso tenham procedência, a pessoa perderá o acesso ao programa. 

Segundo a coordenadora, caso o beneficiário não atualize o seu cadastro, no mês seguinte ele será bloqueado, se ausência de atualização permanecer, ele seja excluído da lista de beneficiários e pessoas que estão na vila de espera do programa, ocuparam a vaga. “Na fila de esperado do cadastro, existe pessoas que desde de 2012 aguardam uma vaga”, disse Rosicléia.

Vale lembrar que a atualização, é destinada as famílias que estão a mais de dois anos sem prestar informações ao programa, que é fiscalizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome.

(Redação do Blog)

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!