Policial

O silêncio de Guimarães em não defender CID.

Da Coluna Vertical do Jornal O POVO, sai à seguinte nota.

No plenário da Câmara dos Deputados, um fato chamou a atenção da tropa de choque cidista que estava conferindo as explicações do agora ex-ministro Cid Gomes sobre o caso dos “achacadores”: o silêncio do líder do PT, José Nobre Guimarães, durante o embate que não dispensou lances teatrais e ataques mútuos e rasteiros. Ao contrário dos demais líderes, como o deputado federal Domingos Neto (Pros-CE), o petista cearense assistiu a tudo caladinho, passando a senha de que para seu partido Cid seria, naquele momento, um grande problema para a engrenagem política do governo Dilma. O silêncio do petista teria, inclusive, sido motivo de queixas de Cid, nas últimas semanas. O pior é que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), divulgou a demissão de Cid, ao vivo e em cores, após telefonema de Aloízio Mercadante. Ou seja, não havia mais clima para Cid continuar no governo petista.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm