Policial

Policias civil e militar desarticulam quadrilha que vinha agindo em Tamboril.

11210331_10153279178709699_1215449617_n

Uma ação a altura dos anseios da sociedade tamborilense, é esse o conceito que se tem, da operação desencadeada nesta segunda-feira (04), pelas polícias civil e militar do município de Tamboril, em resposta a dois assaltos a mão armada praticados no fim de semana.

A operação que teve inicio com uma campana por volta das 10 horas da manha, e só terminou por volta das 16h20min, quando os policiais prenderam cinco pessoas, dentre eles um menor de 16 anos e um foragido da justiça. Os policiais passaram mais de 06 horas dentro da mata, até resultar na prisão do grupo.

Em entrevista a Rádio Feiticeiro Fm de Tamboril, o inspetor Manoel da Polícia Civil, disse que muitas denuncias foram realizadas dando conta do local onde estava um foragido da justiça, conhecido como “Filho do Padre”, porém, na operação a polícia conseguiu lograr êxito maior e prendeu os acusados de outros assaltos no município.

Os presos foram conduzidos para a delegacia de policia civil, onde foram ouvidos pelo delegado Dr. Luciano Lacerda, que realizou a autuação e os procedimentos cabíveis.

FORAM AUTUADOS:

Edinaldo

EDINALDO LOPES COELHO (Filho do Padre), vai responder por corrupção de menores e formação de quadrilha, em seu depoimento ele confessou ter tomado de assalto na noite da sexta-feira (1º) juntamente com o menor apreendido, uma motocicleta Honda na Vila Olga pertence a um rapaz de Nova Russas.

Bruno

BRUNO CASTRO FERNANDES, residente no distrito de Oliveiras, foi enquadrado por corrupção de menores e formação de quadrilha, e também confessou ter praticado assalto ao Mercantil Nossa Senhora do Amparo, pertencente ao empresário Kleber Galdino, na noite do sábado (02) juntamente com o menor apreendido.

jardel cacimbinha

JARDEL DE SOUSA OLIVEIRA (Jardel Cacimbinha), vai responder por corrupção de menores, formação de quadrilha e por dar guarita a foragido da justiça. Já que as informações, dão conta que Edinaldo Lopes é cunhado de Jardel. Jardel inclusive havia sido preso em Agosto do ano passado, acusado de participação em assaltos no município, a prisão na época, se deu por força de um mandado de prisão, assinado pela Dra. Ariana Cristina, juíza de Tamboril.

Os três rapazes enquadrados nos crimes tipificados acima, foram conduzidos para o presidio onde deverão aguardar pronunciamento da justiça.

Já o menor após ser ouvido e confessado participação nos dois assaltos do último fim de semana, levou a polícia ate o local onde estava a arma utilizada nas ações criminosas e em seguida foi liberado.

Já o outro rapaz conduzido a delegacia, conhecido como Chico Preto, ele é deficiente físico, residente próximo ao local onde o grupo foi preso, porém o mesmo estava apenas na companhia do restante da turma e não tem nenhuma passagem pela polícia, ele foi liberado e vai responder a um TCO.

Para a polícia, as várias denuncias por parte da população do município, foram essenciais para as prisões efetuadas. Os procedimentos foram feitos após a operação e só terminou por volta das 03 horas da madrugada, quando todos foram ouvidos e os procedimentos realizados. Vale ressaltar que a ação conjunta das Polícias civil e militar, juntamente com as denuncias da população foram os ingredientes que trouxeram a paz para a sociedade tamborilense.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm