Policial

Ceará reduz 27% de vitimas fatais em acidentes de trânsito.

0,,15579880-EX,00

O Estado do Ceará apresentou uma redução de 27% de vítimas fatais nos acidentes de trânsito entre janeiro e abril de 2015, em comparação ao mesmo período do ano passado. O resultado foi possível graças a uma ação integrada de fiscalização dos órgãos estaduais de trânsito, que serviram de base para o Pacto Pela Paz no Trânsito. Em reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira (3), no Palácio da Abolição, o secretário chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista e órgãos de mobilidade urbana, segurança e saúde do Estado e Prefeitura de Fortaleza, estabeleceram a realização de um plano estadual pela conscientização e redução de acidentes de trânsito com a participação social.

Além de ações em Fortaleza, também foi debatida com a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece-CE) a integração com órgãos estaduais e a criação de órgãos municipais de trânsito. Dos 184 municípios cearenses, 68% não possuem órgãos específicos, conforme prevê o Código Nacional de Trânsito.

Em consenso, ficou estabelecida a elaboração de um diagnóstico para análises e proposições de medidas de segurança no trânsito, em conjunto com a população. “A intenção é se fazer um plano sistemático de redução de acidentes de trânsito, através de um diagnóstico dos índices de acidentes no Estado. Além disso, é de fundamental importância a participação efetiva da sociedade. Temos que ouvir as pessoas para que essas ações possam ser construídas em conjunto e fazendo com que todos se sintam parte do processo pelo Pacto”, ressaltou Élcio Batista.

O representante estadual defendeu a fiscalização, mas enfatizou as ações educativas, além da inclusão dos municípios na fiscalização, como medida eficaz, não apenas a curto prazo. “Vamos organizar um plano de trânsito a exemplo do ‘Plano de Convivência com a Seca’, criado e idealizado na gestão do governador Camilo Santana – que estabelece ações propositivas e efetivas para a convivência com a estiagem e a falta de chuvas no Interior do Estado -, a curto, médio e longo prazo”, destacou o chefe de gabinete.

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!