Policial

Número de homicídios caiu 19% no mês de julho no Ceará.

images-cms-image-000449214

O Ceará registrou, em julho deste ano, o menor número de mortes violentas no Estado desde fevereiro de 2012. No sexto mês consecutivo de queda do índice, agora com 19,6% de redução, foram verificados 262 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e um total de 64 vidas salvas em julho, se comparado com o mesmo período do ano passado.

No semestre, a queda ficou em 14,2% em todo o Ceará, com 376 vidas salvas em relação ao mesmo período do ano passado. O governador Camilo Santana apresentou os dados nesta terça-feira (4), após participação mensal na reunião de monitoramento do programa “Em Defesa da Vida”, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza. O encontro contou com a presença do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e de autoridades das três forças armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica -, além da cúpula da segurança pública no Estado.

Rsspds4“Segurança Pública é uma área que a gente precisa ter muita atenção, zelo e cuidado, para a gente garantir ao povo mais tranquilidade. E é o que a equipe da segurança pública está fazendo, em parceria com os municípios. A presença do prefeito de Fortaleza mostra isso. Este mês foram 29,1% de queda nos homicídios em Fortaleza e isso é um fato importante a ser destacado. São seis meses consecutivos com redução dos índices no Estado e também em Fortaleza (23,1%), e, repito, tudo é fruto da integração, da parceria, do trabalho articulado”, comentou o governador, ressaltando que “não há tempo para comemorar ou lamentar”. A diminuição de 14,2% no ano é mais do que o dobro da meta estipulada pela SSPDS para a redução anual nos CVLIs, que é de 6%.

Além dos 29,1% de queda nos CVLIs na Capital, outro destaque de julho foi a redução de 33,3% nos registros no Interior Sul. Segundo o governador, este fato tem ligação com a implementação de estratégias de reforço na segurança na região, como a implementação do Batalhão de Divisas e das equipes do Batalhão Raio e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Já o Interior Norte, que apresentou acréscimo em 47,2% vai ser palco das mesmas ações, a partir de outubro. “A equipe do Raio já está sendo treinada e a do Batalhão de Divisas já foi formada. O helicóptero da Ciopaer já foi definido”, elenca o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira.

(Fotos: Carlos Gibaja / Governo do Ceará)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm