Policial

No Ceará, cerca de 238 mil meninas de 9 a 11 anos devem receber a segunda dose da vacina contra o HPV

vacinação hpv

Cerca de 238 mil meninas de nove a 11 anos que vivem no Ceará devem receber a segunda dose da vacina contra o HPV. Para reforçar a importância da imunização, o Ministério da Saúde está mobilizando pais e responsáveis de todo o Brasil a não interromperem as etapas dessa vacinação.

“A proteção contra o HPV esta será somente garantida se tomar a segunda dose da vacina. Por isso, nós estamos convocando os pais, responsáveis, as escolas públicas e provadas, todos os profissionais de saúde a somarem esforços para a gente garantir que todas as meninas compareçam na escola ou no posto de saúde para fazer a vacinação e se proteger.” ressaltou o ministro da saúde, Arthur Chioro.

Até o mês passado, mais de 140 mil meninas de nove a 11 anos já tinham recebido a primeira dose da vacina contra o HPV no Ceará. No entanto, o índice é baixo já que a expectativa do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 238 mil meninas do estado que estão dentro dessa faixa etária. A presidente da Associação Brasileira de Imunização, Izabella Ballalai, garante que a vacina é segura. “A vacina é segura. A vacina se mostrou segura durante os estudos clínicos, por isso foi licenciada e mais de dez anos de experiência com essa vacina, 200 milhões de doses no mundo que podem dizer que a vacina é segura. O que essa adolescente precisa é de adultos que estejam tranquilos e que possam dar o apoio que ela precisa nesse momento.”

A vacina contra o HPV é uma das principais formas de proteção contra o câncer do colo do útero, doença que mata todos os anos mais de cinco mil mulheres no Brasil.

(Ministério da Saúde)

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!