Regionais

Vereador Henrique Niso faz sérias denúncias contra a gestão do prefeito de Catunda Tony Jorge e diz que acionará órgãos de fiscalização.

Por não compactuar mais com a maneira que a atual gestão conduz os rumos administrativos do município de Catunda, o vereador Henrique Niso hoje no PDT, rompeu com o Prefeito Tony Jorge. O vereador fazia parte da base governista e era também filiado ao mesmo partido do gestor, o PSC.

Na tarde da quinta-feira (26), ele recebeu a reportagem no Blog no escritório de seu advogado, Dr. Ronaldo Feijão no centro de Catunda, onde conversou conosco sobre diversas denúncias que está formalizando junto aos órgãos de fiscalização.

IMG_0501

Henrique Niso disse que tem visitado as obras em andamento no município, principalmente as conveniadas com as esferas estadual e federal a fim de acompanhar e fiscalizar a execução das mesmas e segundo ele, tem presenciado in loco que muita coisa tem deixado a deseja e/ou está sendo realizada de forma imprudente. Diante de tais constatações, ele estará ingressando junto aos órgãos competentes com denuncias sérias e que segundo o parlamentar, precisam chegar ao conhecimento do Ministério Público.

O parlamentar acompanhado de seu advogado irá formalizar pessoalmente várias denúncias na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), órgão do Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União – TCU, Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, na Controladoria Geral da União – CGU e na Polícia Federal. Será solicitado aos órgãos pedidos para que sejam abertos procedimentos para investigar as licitações e os gastos, realizados durante o período de 2013 até 2015.

Na entrevista, Henrique Niso fez sérias denúncias no tocante ao funcionamento do hospital que não tem médico e nem sequer uma ambulância para transferir um paciente. O parlamentar quer investigar os gastos com iluminação pública e a falta de merenda escolar em escolas do município.

É importante destacar que o parlamentar tem como obrigação constitucional a fiscalização dos gastos com o dinheiro público, assim agindo ele disse estar cumprindo o papel que a ele foi confiado quando foi eleito pelo povo de Catunda.

Questionado pelo blog sobre a possibilidade de retirar as denúncias que ele está fazendo, já que ele pertenceu a base governista de apoio ao atual gestor de Catunda, o parlamentar disse que é um caminho sem volta, pois cabe ao vereador fazer a denúncia, dizer o que está errado e a partir deste momento quem assume o papel de investigar são os órgãos competentes e até como a Polícia Federal.

IMG_0503

O Dr. Ronaldo Feijão, aproveitou para ressaltar que todos são iguais perante a lei, e que não importa o poder aquisitivo de quem quer que seja, seja ele rico ou pobre, é investigado do mesmo jeito, e que hoje não existe mais a figura da pessoa intocável, seja ele empresário ou político; Dr. Ronaldo cita como exemplo a prisão do senador Delcídio Amaral do PT preso em exercício do seu mandato e de Marcelo Odebrecht, o maior empresário do Brasil, todos presos na operação Lava Jato. “Desta forma tanto o Ministério Público quanto o Poder Judiciário tem demonstrado que todos podem ser investigados, e se forem culpados irão presos, e pagar pelos seus erros” Ressalta o advogado.

No player abaixo, você ouve uma entrevista concedida a nossa reportagem, pelo vereador Henrique Niso e em seguida pelo seu advogado Dr. Ronaldo Feijão.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm