Regionais

Delegados indígenas de Monsenhor Tabosa, Boa Viagem e Tamboril impactaram a 22ª Conferência Estadual do PCdoB-CE.

indigenas

Na região a população indígena é de cerca de 4 mil pessoas espalhadas entre 22 aldeias.Na região a população indígena é de cerca de 4 mil pessoas espalhadas entre 22 aldeias. Reunindo as etnias potiguara, tabajara, gavião e tubiba-tapuia, o comitê municipal reúne 350 filiados, a maioria ingressados às fileiras comunistas no processo recente da conferência. Segundo Marinete Potiguara, presidente do Comitê Municipal, a base de militantes é 100% indígena.

“Na região a população indígena é de cerca de 4 mil pessoas espalhadas entre 22 aldeias. Nossa base começou a se organizar há cinco anos com 90 índios. Na conferência municipal, nossa meta era atingir 300 novos filiados e nós a ultrapassamos. Foi uma grande vitória”, avalia a dirigente.

Os índios comunistas também estão representados na Câmara Municipal, com o mandato do vereador Vicente Potiguar, atual vice-presidente da Casa, que já está em seu quarto mandato (sendo o atual no PCdoB).

Entre as principais reivindicações dos comunistas da região está a luta contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere a prerrogativa de demarcação de terras indígenas e quilombolas para o Legislativo, ameaçando os direitos das populações garantidos constitucionalmente. A delegação apresentou à conferência documentos da Confederação das Organizações dos Povos Indígenas do Ceará (Copice), nos quais convoca todos à primeira marcha dos povos indígenas do Ceará em defesa da terra e também denuncia o loteamento de cargos na Coordenação Regional Nordeste II da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Além disso, eles reivindicam a perfuração de poços nas aldeias, que enfrentam dificuldades com a escassez de água; o reconhecimento dos professores, agentes de saúde e de saneamento indígenas, que ainda trabalham sob condições de trabalho precarizadas; e a construção de pontes nos rios que perpassam pelas comunidades deixando-as ilhadas durante o inverno.

No domingo (29), os delegados indígenas emocionaram os delegados da 22ª Conferência Estadual, apresentando um trecho de uma canção típica na língua tupi. Ao expressar as inquietações da comunidade, receberam o amplo apoio do plenário.

Nesta segunda-feira (30), os índios comunistas serão recebidos pelo governador Camilo Santana, com quem reforçarão os pedidos da comunidade.

(Portal Vermelho)

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!