Regionais

Vem ai, o 20º encontro dos profetas das chuvas no Ceará.

Profetas

O Encontro dos Profetas da Chuva, realizado anualmente no Quixadá chega à sua 20ª edição. Nos dias 8 e 9 de janeiro, no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), mais que 30 profetas se reúnem mais uma vez para dar seus pareceres sobre a quadra chuvosa.

 Há quatro anos, a estiagem predomina no sertão cearense. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos do Ceará (Funceme), se essa situação persistir em 2016, o estado entrará em um dos ciclos de seca mais duradouros desde 1911, completando cinco anos de estiagem severa. Os profetas são homens e mulheres detentores de conhecimentos tradicionais, que resultam basicamente da observação da natureza, do uso de instrumentos por vezes rústicos e de experiências diversas, que os tornam capazes de prever o período das chuvas na região.

 Os profetas, a partir de suas observações empíricas diárias, estudam a fauna, a flora e suas relações com a água. Entre as “experiências” observadas pelos profetas estão: o juazeiro, a flor do mandacaru, os Formigueiros e cupinzeiros, a pedra de sal, o vento, a barra da lua, os ramos de árvores, os comportamentos dos animais, a casa do João-de-Barro dentre outras.

 A abertura do evento será na sexta-feira (08/01), na Praça da Gladson Martins, praça da cultura ou praça do chalé da pedra, na Fundação Cultural de Quixadá, com uma mostra de cantadores, a partir das 19h. Já no sábado (09/01), das 8h às 11h30, no auditório Nilo Peçanha, será realizado o XX Encontro dos Profetas da Chuva, contando com a presença dos secretários de Estado da Cultura e do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Guilherme Sampaio e Dedé Teixeira, além do diretor geral do IFCE Quixadá, Hélder Caldas e demais autoridades locais.

(Com Informações do Tribuna do Ceará)
Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!