Regionais

Nova Russas – Caso de traição, casal se apresenta e delegado fala do assunto em entrevista.

Sapão

Aos poucos, os fatos que estão por trás de um crime que chocou a região na segunda-feira de carnaval, 08 de fevereiro, ocorrido no município de Nova Russas, vão sendo esclarecidos pelas investigações da Policia civil através do delegado Otavio Coutinho.

O caso tem como pivô a radialista Lenny Santos e terminou com a morte de seu suposto amante, o metalúrgico Marcos Henrique, mais conhecido como Sapão; tendo como autor do homicídio o mecânico Francisco José Farias Cid, conhecido como Lourinho, até então casado com a radialista com quem tem três filhas.

A radialista e o autor do homicídio se apresentaram na quarta-feira (10) onde prestaram depoimentos acompanhados de seus respectivos advogados. Segundo o delegado, a radialista afirmou que teve um caso com a vitima, porém esse relacionamento teria acabado em agosto de 2015. Segundo ela desde o termino, Sapão constantemente procurava a mesma na tentativa de reatar o relacionamento extraconjugal.

Por sua vez, o mecânico Francisco José (Lourinho) disse que por diversas vezes recebeu ameaças do suposto amante de sua esposa, Cid, chegou a procurar a delegacia para registrar um boletim de ocorrência das ameaças de Sapão, fato confirmado pelo delegado na entrevista.

Após serem ouvidos, os dois foram liberados e não podem se ausentar do município sem a permissão da justiça, já que no inquérito de investigação o delegado deverá ouvir outras pessoas. Porém já afirmou que o autor vai responder por homicídio doloso, já que ele teve a intenção de matar a vitima.

Nossa reportagem questionou o delegado sobre um material pornográfico que circula nas redes sociais e que mostra a intimidade do caso que a radialista mantinha com a vitima. O Delegado disse que o celular de Sapão está com a polícia e não há nele qualquer tipo de material dessa natureza, ele acredita que as fotos e vídeos que circulam pela internet foram divulgados a partir de um computador pertence ao próprio Sapão, já que o mesmo fazia trabalhos de gravações e serviços de multimídia. Otávio Coutinho faz um alerta para as pessoas que estejam compartilhando esse tipo de material, segundo ele, a ação é crime e que assim o-faz pode ser processado e vim a responder judicialmente.

A entrevista completa com o delegado Dr. Otávio Coutinho pode ser ouvida no player abaixo.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!