Regionais

MEC reconhece qualidade dos cursos de Letras e Zootecnia em Crateús

Os avaliadores conceituaram diversos itens com a nota máxima. Em relação ao curso de Letras, foram qualificados como excelentes o estágio curricular, o número de vagas em relação à capacidade de atendimento aos alunos, o núcleo docente estruturante (conselho que administra o curso), o papel da coordenação, a formação e experiência dos docentes, o regime de trabalho, bem como as áreas de convivência e os periódicos especializados disponibilizados aos alunos.

Quanto ao bacharelado em Zootecnia, ganharam destaque, com a nota máxima, o apoio ao discente, o acesso às tecnologias de informação e comunicação, os processos de avaliação do ensino aprendizado, a atuação da coordenação, a titulação e o regime de trabalho do corpo docente, as salas de aula, o acesso aos periódicos especializados, entre outros.

Com base no relato dos avaliadores do MEC, o professor Tony Andresson, coordenador do curso de Zootecnia, dedicou esse reconhecimento ao esforço de todos que fazem a instituição: “Apesar das limitações de um curso em implantação, ele foi considerado muito bom devido principalmente à dedicação dos recursos humanos, compostos de professores, técnico-administrativos e alunos”, frisou.

Para a professora Paula Cristina Soares Beserra, diretora do campus, “os resultados materializam que o IFCE é uma instituição sólida e de excelência, que já consegue cumprir a sua função na região dos sertões de Crateús, considerando sobretudo a qualificação e o desenvolvimento socioeconômico”.

(Comunicação IFCE Crateús)

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!