Destaques

SEGURANÇA HÍDRICA: 75% dos poços perfurados no Ceará têm volume acima da média.

Durante a reunião do Grupo de Contingência, que acompanha as ações do Governo do Ceará de convivência com a seca, nesta sexta-feira (3), foi anunciado que a política de perfuração de poços do Ceará superou as expectativas. A informação foi apresentada pelos geólogos Zulene Teixeira e Guilherme Almada, da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh). Dos três mil poços construídos nos últimos dois anos, em pelo menos 75% deles o volume é igual ou superior a 500 litros d’água.

“A necessidade de aporte de água, aliada à competência dos técnicos dos órgãos de recursos hídricos do Ceará fez com que tivéssemos esse resultado”, afirmou o secretário dos Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira.

Em dois anos, o governador Camilo Santana autorizou a construção de mais de três mil poços em todo o Ceará, tanto nas zonas urbanas como nas comunidades rurais. As obras estão garantindo que as cidades não entrem em colapso hídrico, mesmo com cinco anos consecutivos de seca.

As ações de perfuração de poços seguem o que foi definido pelo Plano de Convivência com a Seca, apresentado pelo governador Camilo Santana à Assembleia Legislativa em fevereiro de 2015. Para o secretário chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista, é um legado na gestão dos recursos hídricos. “Dentre as ações delineadas no Plano, a ação foi bem sucedida tanto nas zonas urbanas como na área industrial do Porto do Pecém, que não comprometeu o funcionamento do complexo e isso mostra a eficiência na gestão dos recursos público como a utilização da ciência e tecnologia para garantir o abastecimento”, afirmou.

Aporte nos reservatórios

Os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), em parceria com o Departamento Nacional de Obras contra as secas (Dnocs), têm aproximadamente 1,2 bilhão de m³, o que representa 6,7% da capacidade total. “Qualquer aporte neste momento, em virtude da seca consecutiva, é importante, por isso que o Ceará continua executando as ações permanentes de convivência com a estiagem. Temos a perspectiva, inclusive de melhor o aporte nos meses de março e abril”, afirmou o presidente da Cogerh, João Lúcio Farias.

Apesar das recentes chuvas, as ações de convivência com a seca são mantidas pelo Governo do Ceará, bem como o estímulo ao uso consciente da água pelos cearenses. “É importante que a população entenda a necessidade do uso responsável dos recursos hídricos”, reforçou o presidente da Cogerh.

A reunião desta sexta-feira do Grupo de Contingência recebeu a visita do senador pelo Piauí, Elmano Férrer. Cearense e servidor de carreira do Dnocs, o parlamentar veio conhecer a experiência do Ceará na gestão integrada dos recursos hídricos e de convivência com a seca.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm