Regionais

Polícia Civil desvenda o maior furto de animais já registrado na região dos Sertões de Crateús.

Durante os últimos três meses, inspetores da delegacia de Independência, vinham realizando investigações a cerca da grande quantidade de furtos de animais registrados naquele município. Pelos números, em torno de 100 criadores vinham sendo vitimas das ações de uma quadrilha especializada nesse time de crime.

Na última sexta-feira (17), o inspetor Rubens que está a frente das investigações, recebeu a informação de que alguns dos animais furtados estariam em uma propriedade na localidade conhecida por KM 13, já no município de Crateús. Os animais foram localizados por criadores vitimas do furto. A propriedade em questão havia sido alugada por um homem identificado por Jonathan, comerciante de Independência, que é mais conhecido como “Rei do Frango”. Surpreso, o dono da propriedade onde estavam os animais, disse que não sabia que se tratava de animais furtados. Ele se colocou a disposição da polícia para colaborar com as investigações.

Segundo o inspetor Rubens em conversa com a reportagem do Blog do Manuel Sales, foram recuperados nessa localidade, cerca de 60 cabeças de gado, os animais foram identificados pelos seus proprietários. De acordo com informações dos investigadores, ao tomar conhecimento da ação da polícia, o homem identificado como “Rei do Frango” acusado de comandar os furtos conseguiu retirar cerca de 80 criações do local em uma caminhonete Mercedes.

As investigações apontam, que os animais eram levados para a localidade de KM 13 e em seguida comercializados nos municípios da região e ate no estado do Piauí. A estimativa é que mais de mil animais foram furtados no município de Independência desde de outubro. Em torno de 100 criadores, vitimas dos furtos, compareceram na tarde desta segunda-feira (20) na delegacia de Independência e foram ouvidos pelo delegado. A maioria havia registrado Boletim de Ocorrência.

“O Rei do Frango” como é conhecido o acusado, vinha agindo com apoio de outras pessoas que estão sendo investigadas pela polícia civil. O acusado não foi localizado e os inspetores acreditam que ele possa apresentar-se perante o delegado a qualquer momento.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm