Segurança

Fugitivo da cadeia pública de Tauá troca tiros com policiais do Batalhão do Raio e tomba sem vida

O fugitivo da cadeia pública de Tauá Antônio Laércio Gonçalves Rodrigues, morreu no início da tarde desta quinta-feira (06), numa troca de tiros com policiais do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). O tiroteio aconteceu a cerca de 10 km da Sede de Tauá próximo ao Açude Quebrado, as margens da BR 020, na fazenda de um tio dele, o agropecuarista e comerciante Delanier Mariano.

Segundo o Comandante do BPRaio de Tauá, Tenente Vladimir, Laércio, há tempos estava sendo procurado pelos órgãos de segurança desta cidade por se tratar de um indivíduo de alta periculosidade, com diversas passagens pela Polícia pela prática de homicídio, assaltos e sequestro, e já com uma condenação de 12 anos, pela morte do agente de cidadania Lucas Andrade Soriano, assassinado a tiros em dezembro de 2011.

O confronto

No início da tarde de hoje, uma equipe do BPRaio descobriu o paradeiro do fugitivo, e quando o localizou foi recebida à bala e houve revide por parte dos policiais. Depois de uma intensa troca de tiros, Laércio tombou gravemente ferido e foi socorrido pelos próprios policiais para o setor de emergência do Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, mas não resistiu. O corpo foi levado para o necrotério do hospital, e depois envido para o IML desta cidade para necropsia.

No confronto nenhum policial se feriu.

As armas e munições que estavam em poder do Laércio foram entregues na Delegacia Regional de Polícia Civil, um revólver, um rifle e uma espingarda, além de vasta munição de diversos calibres.

(Redação do Blog Por Lindon Johnson)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm