Segurança

Em coletiva, delegado fala da prisão do bando que explodiu o Bradesco de Novo Oriente.

Cinco integrantes de uma quadrilha envolvida com a explosão da agência do Bradesco na cidade de Novo Oriente, foram presos na madrugada da última quarta-feira (20). A prisão foi feita por policiais do Comando Tático Rural (Cotar) através de uma operação que contou com policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos.

A prisão só foi possível graças a uma denúncia anônima que chegou aos policiais. Os cinco homens foram presos em uma pousada na cidade de Morada Nova. Outros integrantes conseguiram fugir e segundo a polícia é questão de tempo para serem presos.

Com eles a polícia encontrou várias pistolas, dinheiro queimado, talões de cheques em nome do Bradesco vários aparelhos eletrônicos roubados de uma loja em Novo Oriente.

O bando chamou atenção pela pouca idade. Eles foram identificados como:

– Francisco Georde Constantino de Oliveira, 29 anos, que responde por porte ilegal de arma de fogo, roubo, receptação e tráfico de drogas.

– Hideljackson Florêncio Sales, 19 anos, que responde por tráfico de drogas.

– Edson Erisson Silva Freitas, 19 anos, que responde por crime contra a administração pública.

– Acelio Saraiva Filho, 19 anos e Mateus Nobre Rabelo, 20 anos, ambos sem antecedentes criminais.  Os dois foram interceptados por militares do Cotar, na noite desta quinta-feira (21), na cidade de Morada Nova.

O comandante do Batalhão de Choque (BPChoque), Henrique Bezerra e o delegado titular da DRF Dr. Raphael Vilarinho, concederam coletiva a imprensa falando sobre a prisão do banco, assistam abaixo.

 

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!