Regionais

Crateús registra a primeira morte por gripe H1N1.

Uma senhora de aproximadamente 60 anos de idade faleceu no último final de semana no Hospital São Lucas de Crateús sob o diagnóstico de gripe H1N1. Outras duas pessoas com sintomas suspeitos estão sendo observados na cidade. De acordo com o diretor do Hospital, Marcos Granemann, a senhora aguardava uma vaga na UTI em Sobral quando não resistiu aos sintomas.

O caso de Crateús está entre os 21 óbitos causados pela doença e os 51 casos de morte por gripe de 2018 no Ceará.

A orientação dos especialistas é a adoção de cuidados simples como medida de prevenção como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar, não compartilhar objetos de uso pessoal, além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

(Redação do Blog Por Nathan Loiola)

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!