Regionais

Crateús registra a primeira morte por gripe H1N1.

Uma senhora de aproximadamente 60 anos de idade faleceu no último final de semana no Hospital São Lucas de Crateús sob o diagnóstico de gripe H1N1. Outras duas pessoas com sintomas suspeitos estão sendo observados na cidade. De acordo com o diretor do Hospital, Marcos Granemann, a senhora aguardava uma vaga na UTI em Sobral quando não resistiu aos sintomas.

O caso de Crateús está entre os 21 óbitos causados pela doença e os 51 casos de morte por gripe de 2018 no Ceará.

A orientação dos especialistas é a adoção de cuidados simples como medida de prevenção como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar, não compartilhar objetos de uso pessoal, além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

(Redação do Blog Por Nathan Loiola)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Conteúdo Protegido !!