Regionais

Deputado Jeová Mota esclarece matéria sobre Ação Civil Pública publicada pelo Ministério Público.

O Ministério Público do Estado do Ceará, por intermédio da Promotoria de Justiça da Comarca de Tamboril, respondendo por aquela comarca, o promotor José Arteiro Soares Goiano, propôs uma Ação Civil Pública contra o deputado Estadual, José Jeová Souto Mota, pedindo que a Justiça acate denúncia de improbidade administrativa contra o deputado que “em tese” teria contratado empresa sem procedimento licitatório e consequentemente efetuado pagamentos irregulares, ausência de meios técnicos e ainda solicita o bloqueio de recursos do parlamentar, a suspensão dos diretos políticos e pagamento de multa.

O membro do MPCE solicita ainda que a Justiça declare a nulidade de todo o procedimento licitatório e que os prejuízos sejam ressarcidos integralmente bem como a aplicação de sanções administrativas previstas na Lei.

O deputado estadual Jeová Mota (PDT), esclarece que ainda não foi notificado sobre a referida ação e assim que receber a notificação vai apresentar a documentação necessária para comprovar perante a Justiça que não praticou nenhum ato lesivo ao patrimônio público. Jeová diz que respeita muito o trabalho que Promotor de Justiça, José Arteiro Soares Goiano, vem desenvolvendo em Crateús e agora também respondendo pela comarca de Tamboril, contudo, se coloca a inteira disposição da Justiça para comprovar que sempre trabalhou com afinco e retidão a frente da prefeitura de Tamboril.

O parlamentar também se colocou a disposição da imprensa que noticiou os fatos para prestar todos os esclarecimentos necessários.

(Redação do Blog Por Reginaldo Silva)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm