Destaques

Feiticeiro Fm: Presidente do Sindojus fala sobre remoção compulsória de servidores e nomeação de oficiais.

O presidente do Sindicato dos Oficiais de Noticias do Ceará (SINDOJUS), Vagner Venâncio, concedeu entrevista por telefone ao Jornal A HORA DA VERDADE, da Feiticeiro Fm de Tamboril de Tamboril, nesta quinta-feira (06). Na oportunidade ele fez o lançamento da campanha contra a remoção compulsória de servidores e pela nomeação imediata de Oficiais de Justiça. 

Segundo Vagner, há um déficit de 131 Oficiais de Justiça. Ele salienta que 61 municípios estão com o quadro totalmente defasado. Destes, quatro estão sem oficiais: Iracema, Jaguaretama, Senador Pompeu e Solonópole, onde os processos estão completamente parados, já que não há quem cumpra as decisões judiciais.

A carência de Oficiais de Justiça, somada a uma demanda que cresce exponencialmente, resulta em sobrecarga de trabalho. Por conta disso, muitos estão adoecendo, tendo que se afastar do trabalho para tratarem de suas saúdes. O problema poderia facilmente ser resolvido, desde que houvesse sensibilidade da atual administração do Tribunal de Justiça do Ceará.

Existe um concurso em vigência cuja validade já expira neste mês de setembro, com 207 aprovados aptos a assumir. Há 26 vacâncias (14 do atual concurso e 12 de certames anteriores), ou seja, cargos já criados por lei, com recursos previstos no orçamento. Contudo, em vez de nomear aprovados, a administração do judiciário estadual ameaça remover compulsoriamente Oficiais de Justiça, transferindo-os para cidades distantes de onde trabalham, desestruturando famílias inteiras e criando um clima de terror na categoria.

Além de injusta e ineficaz, esta atitude arbitrária do Tribunal de Justiça do Ceará revela-se completamente improdutiva e prejudicial à sociedade, pois deixaria ainda mais defasados os locais de onde esses servidores estariam sendo retirados.

Ouça a entrevista completa abaixo.

(Com Assessoria de Comunicação)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm