Regionais

Tamboril perderá 09 médicos cubanos e atendimento na zona rural será prejudicado

Com o encerramento da cooperação internacional entre Brasil e Cuba em relação ao Programa Mais Médicos. A ação afetará muitos municípios. O Ceará deve perder 448 profissionais, segundo levantamento do Diário Do Nordeste.

A preocupação já é uma realidade na vida dos secretários municipais de saúde. Muitos municípios contavam apenas com esses profissionais para os Programas de Saúde da Família (PSF). Em todo o estado os médicos cubanos representam 36% dos que atuam no Programa Saúde da Família.

Na região dos Sertões de Crateús, o município de Tamboril é o que conta com o maior número desses profissionais. São 09 médicos cubanos ao todo. 

Se a situação prevalecer, Tamboril terá redução drástica no número de médicos que atendem nos PSFs dos Distritos e isso afetará diretamente a população mais carente. Especula-se que o agravante quadro trará interrupção para os serviços ofertados.

Em conversa com o blog, o secretário de saúde Rayney Martins, lamentou a decisão tomada e resumiu a situação em apenas uma frase: Será uma realidade terrível. Ele ressaltou que o Conselho das Secretárias Municipais de Saúde do Ceará (COSEMS-CE), está entrando em contato com as referências do Ministério da Saúde para ter um parecer sobre o assunto, porém, devido o feriado, alguma resposta só deverá ser dada na próxima semana.

Em nota enviada a imprensa, o presidente da entidade Josete Malheiros Tavares, faz um alerta para a situação orçamentária já deficitária dos municípios. “Os orçamentos já estão no seu limite de execução e essa dificuldade econômica já é um desafio. Imagine a realidade desses municípios que ainda terão equipes de Saúde da Família desfeitas ou incompletas. Existem localidades com quase 100% de suas equipes formadas por médicos cubanos”.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm