Destaques

Gerente do INSS de Tamboril explica sobre novo cálculo para pedir aposentadoria; Ouça

Quem pretende fazer o pedido de aposentadoria por tempo de contribuição, já é bom ir sabendo que ocorreu mudanças na concessão do benefício. Uma nova regra implementada por lei em 2015, exige agora um ano a mais para homens e mulheres se aposentarem. A atual fórmula, conhecida como 85/95, vai aumentar um ponto e se tornar 86/96.

Em entrevista concedida a Feiticeiro Fm, o gerente do INSS de Tamboril, Moésio Lima, falou sobre a implementação da nova regra e da nova fórmula que é o resultado da soma da idade e do tempo de contribuição era de 85 anos para mulheres e 95 para homens. O tempo de trabalho das mulheres era de 30 anos e o dos homens, de 35 anos. Isso significa, por exemplo, que uma mulher que tenha trabalhado por 30 anos, precisaria ter pelo menos 55 anos para se aposentar.

A partir de hoje, para se aposentar com o tempo mínimo de contribuição, ela deverá ter 56 anos. A mesma soma precisará alcançar 86 e 96. A fórmula será aumentada gradualmente até 2026.

Moésio esclareceu que além de se aposentar por essa regra, os trabalhadores podem atualmente se aposentar apenas por tempo mínimo de contribuição: 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres, independente da idade. Nesses casos, no entanto, poderá ser aplicado o chamado fator previdenciário que, na prática, reduz o valor da aposentadoria de quem se aposenta cedo.

Na entrevista ele faz esclarecimentos sobre outros tipos de benefícios, respondendo a questionamentos dos ouvintes do Jornal A HORA DA VERDADE.

Ouça a entrevista completa no player abaixo.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm