Regionais

Indígenas protestam contra a proposta de municipalização da saúde em Monsenhor Tabosa

Cerca de 400 índios pertencentes às etnias existentes em Monsenhor Tabosa (CE): Tabajara, Potiguara, Gavião e Tapuia, participaram na manhã desta quarta-feira (27), de um ato de protesto contra a municipalização dos serviços de saúde indígena. A manifestação ocorreu na Câmara de Vereadores e contou com a presença de indígenas, vereadores e do prefeito Jeová Madeiro.

No último dia 20, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou mudanças na estrutura da pasta que impactam diretamente as diversas etnias espalhadas pelo país.

A proposta prevê a extinção da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que passaria a atuar como um departamento, incorporando os serviços destinados às aldeias a uma nova Secretaria Nacional da Atenção Primária.

A mudança tem sido criticada pelos povos indígenas. No encontro, relataram o sentimento de ameaça diante da proposta de municipalização da saúde, excluindo o atendimento pelos Distritos Sanitários Especiais Indígenas, que até então é feito a partir de profissionais e recursos específicos. O prefeito e os vereadores presentes na audiência se posicionaram a favor da causa dos indígenas.

(Redação do Blog Por Dorismar Rodrigues)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm