Segurança

Roubos de veículos no Ceará registram menor número em oito anos

Seguindo a redução nos índices criminais no Ceará, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) registrou o menor número de roubos de veículos desde 2011, conforme dados da Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública do Estado do Ceará (Supesp/CE). O primeiro quadrimestre de 2019 contabilizou 1.726 crimes. O número mais baixo registrado anteriormente registrado em 2011, quando aconteceram, no mesmo período, 1.274 delitos contra veículos automotores. Estratégias como o combate à mobilidade do crime são fundamentais para o alcance desse balanço positivo. Se comparado ao ano passado, quando foram registrados 3.414 crimes, os quatro primeiros meses de 2019 registraram uma queda de 49%, isto é, 1.274 veículos a menos.

Os números positivos também foram registrados em cada um dos meses deste ano. Em abril, por exemplo, quando comparado com o mesmo período de 2018, a queda foi de 46%, indo de 816 para 442 casos. Da mesma maneira no mês de março, com 48% de redução, indo de 913 crimes para 472. Em fevereiro, foram 405 crimes, o que corresponde a uma diminuição de 49%, se comparado ao ano passado, quando aconteceram 794 roubos. Por último, o mês de janeiro apresentou uma queda de 54%, indo de 891 para 407 casos notificados.

A queda no número de veículos roubados contribuiu também para reduzir a taxa de roubos para cada 100 mil veículos. O índice é 46,8% menor quando comparado ao mesmo ano passado. Em 2018, essa taxa era de 293, e neste ano, reduziu para 156. Os números foram baseados na evolução da frota de veículos, por ano, no Ceará, de acordo com as informações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Mobilidade do crime

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) tem sido destaque nacionalmente quando o assunto é o uso de tecnologia e estratégias aplicadas à segurança pública. O exemplo disso está no uso de ferramentas como Sistema de Policiamento Indicativo de Abordagem (Spia), tecnologia desenvolvida a partir de uma parceria entre a SSPDS, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Universidade Federal do Ceará (UFC).

A atuação da inteligência artificial dos sensores do Spia ocorre em conjunto com o videomonitoramento, com suas 3.300 câmeras espalhadas em Fortaleza e em 44 municípios do Interior do Estado, e as ações rápidas do policiamento ostensivo, destacando o motopatrulhamento de equipes como a Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e da Força Tática (FT) da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Com todos esses elementos e baseado na teoria do combate à mobilidade do crime – que parte do pressuposto que a maioria das ações ocorre a bordo de veículos automotores – a segurança pública do Ceará consegue ter um maior controle dos veículos que circulam em território cearense, facilitando a identificação de carros e motocicletas envolvidos em ações criminais ou que foram subtraídos em roubos ou furtos.

(Com SSPDS)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Redes Sociais

Feiticeiro Fm