Destaques

Ceará alcança meta de 90% da vacinação contra gripe

Ceará alcança meta de 90% na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, estabelecida pelo Ministério da Saúde. Até as 16 horas desta quarta-feira, 12 de junho, 2.311.639 (90,18%) pessoas dos grupos prioritários se vacinaram. Ainda assim, é importante quem não se vacinou e faz parte dos grupos prioritários vacinar-se.

A campanha de vacinação contra a gripe encerra nesta sexta-feira, 14 de junho. Todos os postos de saúde dos 184 municípios cearenses estão atendendo. “Os grupos prioritários para receber vacina são os que tem maior risco de doença mais grave ou maior risco de transmitir para pessoas vulneráveis, segundo dados epidemiológicos”, reforça a médica infectologista do Hospital São José, Mariana Moura Fé.

De acordo com o infectologista pediátrico Robério Leite, do Hospital São José, unidade da rede de saúde do Governo do Ceará, a vacina não é capaz de provocar gripe, pois é uma vacina feita por fragmentos do vírus da gripe mortos. “Se fosse uma vacina de vírus vivos atenuados, isso seria possível, mas não é o caso”, afirma.

Para reduzir o risco de adquirir ou transmitir o vírus da gripe, além da vacina, devem ser adotadas medidas como: lavar bem as mãos antes de se alimentar, antes de tocar olhos ou boca e ao chegar da rua, evitar aglomerações. “Quem está tossindo ou espirrando, deve cobrir a boca com lenço ou antebraço, ações conhecidas como etiqueta da tosse”, ressalta a médica.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe iniciou no dia 10 de abril. O objetivo é a redução das formas graves e complicações pela Influenza, além da redução da mortalidade pela doença. No Ceará, 157 municípios já alcançaram a meta da cobertura vacinal que é de 90%.
Cobertura Vacinal

O infectologista Robério Leite ainda responde algumas dúvidas sobre a vacinação contra gripe. Saiba mais:

Em gestantes, a vacina faz mal para o bebê?

Pelo contrário. Protege a gestante, pois na gravidez o risco de complicações e morte pelo vírus Influenza é maior, inclusive facilitando aborto espontâneo. Além disso, a mãe passa anticorpos para o bebê ao ser vacinada contra a gripe. A segurança da vacina da gripe na gestação já foi demonstrada em inúmeros estudos científicos.

Quem não pode tomar a vacina contra a gripe de jeito nenhum?

Somente aquelas pessoas que já tiveram reação alérgica muito grave (anafilaxia) numa dose anterior, o que é extremamente raro. Crianças abaixo de 6 meses de idade não devem receber a vacina.

No caso das crianças que estão no grupo prioritário, todas têm reação após a vacina? As mães devem medicar as crianças com antitérmicos antes da vacina?

A vacina é muito segura e tem poucos efeitos colaterais. Na maioria dos casos, apenas dor no local da aplicação. Pode ocorrer febre também, mas não necessariamente. Os antitérmicos devem ser dados somente se surgir febre, não preventivamente nesse caso.

(Com SESA)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Redes Sociais

Feiticeiro Fm