Regionais

Solenidade marca o tombamento do campo de concentração de flagelados da Seca de 1932 em Senador Pompeu

Numa solenidade marcada pelo entusiasmo e respeito à história e à cultura do Ceará, o prefeito de Senador Pompeu (a 273 Km de Fortaleza), Maurício Pinheiro, assinou no último sábado (20) o tombamento do Sítio Histórico do Campo de Concentração do Patu, local que serviu de isolamento para milhares de retirantes ou flagelados da Seca de 1932.

A solenidade contou com a presença de várias autoridades estaduais e foi iniciada com uma missa de Ação de Graças celebrada pelo bispo de Iguatu, dom Edson de Castro Homem; e pelo pároco de Senador Pompeu, João Melo dos Reis.

Em seguida, o prefeito Maurício Pinheiro, o promotor de Justiça da Comarca local, Geraldo Nunes Teixeira; e o advogado e o pesquisador Valdecy Alves, destacaram ao público a importância da concretização do tombamento para o Município e a história da seca para o Ceará e o mundo.

Completando a programação especial, foram realizadas visitas mediadas ao sítio histórico do Campo de Concentração do Patu, conhecido como o “curral humano”, onde morreram milhares de flagelados ficou conhecido em uma das piores secas que já atingiram o Ceará.

A solenidade contou com a participação de 600 convidados. O promotor de Justiça da Comarca local ressaltou a importância histórica e cultural do tombamento. Representantes da sociedade prestigiaram a solenidade organizada e realizada pela Prefeitura de Senador Pompeu.

(Redação do Blog Por Fernando Ribeiro)

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm