Destaques

Ceará terá de qualificar 277 mil trabalhadores em profissões industriais até 2023

O estado do Ceará terá de qualificar 277.511 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e divulgado nesta segunda-feira (30).

Segundo o levantamento, os profissionais com competências transversais serão os mais requeridos pela indústria do estado nos próximos anos. O coordenador da unidade de Educação do SENAI do Ceará, Wallace Ferreira, explica que a tendência é que os trabalhadores tenham habilidades multidisciplinares, o que é observado na área transversal.

“A competência transversal é aquela que está presente em mais de um segmento de atuação ou em mais de uma ocupação, como nas áreas de gestão, TI e segurança. Hoje, se nós formos para uma empresa do ramo têxtil, os colaboradores dessa empresa vão precisar ter conhecimento em gestão, segurança e automação. Essa indústria vai ter aspectos relacionados com cada uma dessas áreas transversais”, esclareceu.

Segundo o estudo do SENAI, o Ceará precisará qualificar 11.602 novos profissionais com habilidades transversais nos próximos quatro anos no estado. Em seguida, as principais demandas virão das áreas de informática; energia e telecomunicações; e têxtil.

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!