Destaques

Empresa ameaça abandonar obra de construção do Lago de Fronteiras

A empresa Galvão Engenharia, responsável pela construção do Lago de Fronteiras, ameaça abandonar a obra, que esperou mais de 20 anos para sair do papel. O motivo alegado pela empreiteira é que a Controladoria Geral da União (CGU), órgão fiscalizador do Governo Federal, identificou que a obra está 20% acima do Valor necessário para construção da barragem.

A empresa por sua vez, diz que se for reduzido o valor da obra, não haverá outra saída a não ser abandoná-la. Hoje existe um recurso disponível no valor de 60 milhões de reais assegurados para a continuidade da Obra. Se houver abandono, este recurso volta para o tesouro Nacional sendo necessário uma nova licitação para retomada da construção.

O temor é pelo tempo que isso poderá levar e já existe até a descrença sobre o término da Barragem.

O presidente da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Crateús, José Vagno MOTA, disse que é hora de unir forças, deixar as questões individuais de lado, as paixões políticas partidárias para outro momento, e engajar todas forças para resolver a situação.

Haverá uma forte mobilização junto aos deputados da bancada federal do Ceará para que possam ajuda na solução do problema.

(Redação do Blog Por Douglas Limas)

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!