Destaques

Gigante chinesa Alibaba fornecerá para empresas cearenses

Recém chegado de uma viagem à China, integrando missão empresarial organizada pelo Centro Internacional de Negócios da Fiec, o empresário cearense José Vasconcelos, sócio e CEO da Biomátika – que produz cosméticos, perfumes e artigos de higiene pessoal – anunciou a este colunista que a gigante chinesa Alibaba, uma cas maiores do mundo na área do e-commerce, fornecerá insumos para diferentes empresas do Ceará.

“Foi a primeira rodada de negócios ‘off line’ – ou seja, presencial – promovida pela plataforma chinesa desde a sua fundação”, revelou José Dias, ainda sob o entusiasmo que a visita à China causou a ele e aos outros 11 empresários que integraram a missão da Fiec.

A delegação cearense foi integrada por empresários e executivos da Biomátika, Wu Perfumaria, JD Holding, Frangrane Brasil, Aaron Etiquetas Adesivas, Escudetto, Argus Estamparia Têxtil, Bel Mármores e Granitos e Armazém Mamoeiro.

Para negociar com o time da Fiec, a Alibaba mandou à reunião seis fornecedores dos principais insumos de que necessita cada uma das empresas visitantes. “Tudo nos encantou”, diz José Dias.

Para começar, todo o grupo hospedou-se no luxuosa e hotel futurista FlyZoo, com 290apartamentos, pertencente à Alibaba. 

“É futurista mesmo. É o próprio hóspede que, usando terminais automatizados, escolhe a seu gosto o quarto onde ficará e escaneia, ele mesmo, o seu passaporte, liberando a habitação. Não há cartão eletrônico para acessar os elevadores nem para abrir a porta do quarto. Tudo é feito através do recurso de reconhecimento facial. Parece mentira, mas é verdade”, conta ele.

No FlyZoo da Alibada, há mordomos robôs que servem como vitrine da empresa para as suas extraordinárias inovações tecnológicas, criadas por meio da Inteligência Artificial – detalhe Dias.

Chefiada por ele, a missão empresarial da Fiec foi levada para conhecer o que José Dias chama de “supermercado do futuro”, o Hema Xiansheng, cujo dono é o mesmo bilionário chinês Jack Ma, fundador do grupo Alibaba.

A rede tem hoje 46 supermercados inteligentes espalhados pelas maiores cidades da China. Em todas elas, o pagamento das compras é feito também pelo reconhecimento facial. 

Dentro de cinco anos, haverá na China duas mil lojas da rede Hema Xiansheng.

José Dias adiantou ao colunista que as empresas que compuseram a missão da Fiec à China seguem negociando com a Alibaba. 

“Certamente, fecharemos negócios no tocante a insumos – matérias primas, material de embalagem, além de máquinas e euipamentos” – antecipou o sócio e CEO da Biomática.

(Redação do Blog Por Egidio Serpa)

Compartilhe!

Feiticeiro Fm

Cópia de conteúdo proibida!