Destaques

Entrevista: Pipeiros fazem reivindicações para continuar abastecendo municípios atendidos pela ‘Operação Pipa’

Pipeiros de vários municípios da Região, realizaram um protesto nesta terça-feira (12), em frente ao 40º Batalhão de Infantaria, em Crateús. Dentre as reivindicações, está o atraso no pagamento dos pipeiros, a entrega das planilhas e até a entrega da água, que teve um horário limitado.

Dados do sindicato dos pipeiros aponta, que um terço dos municípios do interior do Estado, são atendidos exclusivamente pela Operação Pipa. O quadro é de alerta, disse o presidente da entidade, Everardo Bezerra, em entrevista ao Jornal A HORA DA VERDADE da Feiticeiro Fm de Tamboril.

Segundo ele, muitos municípios estão sendo prejudicados, devido ao baixo valor da rota, ofertado pelo exército. Os pipeiros chegaram à conclusão que da forma em que está, não tem a menor condição de se trabalhar. Existem na categoria um sentimento de desvalorização.

Ele lembrou que 28 municípios cearenses, estão passando por dificuldade no abastecimento para consumo humano. O governador Camilo Santana assinou o decreto, mas a Operação paralisou em muitos municípios porque o decreto emergencial ainda não foi reconhecido pelo Governo Federal. Arneiroz e Quiterianopolis, na região dos Inhamuns, foram prejudicados por conta dessa situação.

Os abastecimentos diminuíram em muitos municípios. Em Crateús, onde a manifestação concentrou pipeiros de três regiões do interior, tem apenas 20% da demanda de carros pipa sendo executada, segundo o sindicato.

As reivindicações, serão apresentadas por uma comissão, ao comando da 10ª Região Militar, onde se buscará uma solução para os problemas apresentados. Enquanto isso, os pipeiros não pretendem participar de concorrência para transporta água para os municípios em situação que vivenciam dificuldade no abastecimento.

Ouça a entrevista completa abaixo.

 

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!