Regionais

Moradora da zona rural de Tamboril recebe contas de energia no valor de mais de R$ 17 mil reais

A dona de casa Dayane Pereira da Silva, 34 anos, teve a energia da pequena casa onde mora com o marido e os três filhos cortada, depois de receber três contas que juntas totalizam mais de R$ 17 mil reais. Moradora da localidade de Lagoa Grande, comunidade que fica às margens da Rodovia Estadual Brigadeiro Sampaio no município de Tamboril, ela e o marido não sabem explicar o que aconteceu para o valor tão exorbitante.

“A última vez que recebi uma conta de luz normal foi em maio” disse ela, se referindo ao valor de R$ 66,00 que a família sempre pagava pelo consumo de energia. Depois disso, ela relata que por três meses a conta não foi entregue pela Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia no Ceará.

Para a surpresa de Dayane e do marido, no início do mês agosto deste ano eles receberam uma conta com valor de R$ 6.893,82. Eles ficaram assustados com o alto valor cobrado. Mal sabiam que surpresa pior estaria por vim. “antes do mês de agosto acabar, chegou uma outra conta, essa mais cara ainda, de R$ 7.516,98” disse ela com tom de preocupação. Passado pouco mais de um mês, uma terceira conta no valor de 3.455,82 chegou para a família de Dayane.

A família é humilde e vive exclusivamente do bolsa família e do trabalho na roça. Casa humilde e de poucos eletrodomésticos, Dayane disse que não tem ideia o porque do valor, e volta a bater na tecla de que houve algum erro na leitura do relógio de medição do consumo.

No somatório total as contas chegam ao valor de R$ 17.866,62 – O valor é assustador. Sem ter como pagar e tendo a consciência que algo está errado na leitura de seu consumo, a energia de sua casa foi cortado no início de dezembro pela Enel. “sem explicação, chegaram aqui e cortaram a luz e nós estamos sem energia e quase duas semanas”. Disse ela em tom de lamentação e sem ter a quem recorrer.

“Eu já fui no fórum e eles pediram pra eu aguardar” ressaltou. A família está morando no escuro. Sem saber a quem recorrer e o que fazer diante do problema que se instalou em sua casa. “quem é acostumado com energia, não se acostuma a ficar no escuro” O assunto foi pauta do Jornal ‘A HORA DA VERDADE’ da Feiticeiro Fm e chamou a atenção de dezenas de pessoas.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm