Destaques

Governo mudará processo de inscrição do Bolsa Família para 2020

O governo de Jair Bolsonaro mudou o processo de inscrição do Bolsa Família. Segundo o presidente essa é uma forma de aperfeiçoar a triagem daqueles que irão receber o benefício, evitando fraudes e pagamentos indevidos.

Atualmente, para receber o benefício do programa é necessário que a família comprove estar em situação de vulnerabilidade com renda mensal entre de R$89 e R$178 por pessoa.

O processo de triagem que deve renovar a forma de cadastro no sistema também foi detalhado por Bolsonaro, mas apenas enfatizado para explicar o que é pretendido fazer a partir de 2020. Tornando a entrada no Bolsa mais criteriosa.

O atual governo do país considera que as formas de seleção na inscrição do Bolsa Família é falho, e com isso podem acaba beneficiando as pessoas que não precisam. Em outubro, o Ministério da Cidadania, realizou um cruzamento de dados do Tribunal de Contas da União e da Controladoria Geral, onde apontou que cerca de 5,1 mil pessoas recebiam o Bolsa Família de forma indevida.

O objetivo de parlamentares é tornar o benefício uma política de Estado e não mais de governo, segundo os componentes da comissão isso iria garantir o crescimento do benefício acima da inflação. E manter vigente o programa independente de quem assumisse a presidência.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm