Regionais

Tamboril recebeu mais de R$ 6 milhões em dezembro e servidores continuam reclamando de salários atrasados

Dezembro de 2019 foi um mês generoso para o município de Tamboril. Os repasses dobraram em comparação com novembro. Segundo os dados divulgados pela da Secretária do Tesouro Nacional e que estão disponíveis para consulta na internet, o município recebeu um montante de R$ R$ 6.437.755,11 – (seis milhões, quatrocentos e trinta e sete mil, setecentos e cinquenta e cinco reais e onze centavos).

O total repassado ao município no último mês de 2019, foi o suficiente para colocar em dia os salários em atrasos dos servidores temporários, garis e transporte escolar. Categorias que mais reclamam dos atrasos nos pagamentos. Mas infelizmente, apesar do cenário financeiramente positivo, esses servidores, encerraram 2019 de ceia vazia, e iniciaram 2020, ainda sem definição sobre a regularização de seus pagamentos.

Uma funcionária temporária disse que aguarda cheio de contas para pagar, o salário do mês de novembro de 2019. A previsão de recebimento é em 10 de janeiro de 2020. Mas ela disse que não tem certeza se recebe na data prevista. “Estou em uma situação que tive que vender uma moto que tinha pra pagar minhas contas” afirmou a funcionária que não quis se identificar com medo de retaliações.

Em uma contabilidade simples, dividimos o valor de mais de R$ 6 milhões recebidos em dezembro, pelos 31 dias do referido mês e constatamos que Tamboril recebeu por dia, a bagatela de R$ 206.068.93 (duzentos e seis mil, sessenta e oito reais e noventa e três centavos). A soma é simples e mostra que a situação reclamada pelo servidores tem razoabilidade. Ninguém quer trabalhar e ficar sem receber. Pra quem está com o salário em dia e vai para as redes sociais defender a gestão, é fácil. Porém, essas mesmas pessoas na situação em que se encontram aquelas que estão com os seus salários atrasados, com certeza, teriam uma mudança de postura.

Apesar do valor recebido, o descompasso entre cofres cheios, salários em dia e investimentos em obras no município, são precários e evidente. Uma das demonstrações disso é que os salários pagos pela prefeitura estão sempre atrasando, os efetivos recebem até o quinto dia útil como manda a constituição, mas os temporários e outras categorias ficam esperando, sem saber quando receberão.

Sem uma resposta convincente aos munícipes sobre a real situação, Tamboril vai amargando um cenário de declínio sob o ponto de vista de crescimento e desenvolvimento. A prova disso está nos dados do Índice Comparativo de Gestão Municipal, onde Tamboril caiu 37 posições, ocupando atualmente a 101º posição entre os 184 municípios do Ceará.

Clique aqui e confira os detalhes de todos os repasses.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm