Destaques

Mais Infância e PAA leite integrarão banco de dados para atender população mais vulnerável

Em 2020, os programas de Aquisição de Leite (PAA Leite) e Mais Infância caminharão mais próximos. A parceria entre a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e o programa encabeçado pela primeira-dama Onélia Leite já se tornou realidade e traz números importantes na parceria firmada com a Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa/CE). Mais de 200 toneladas de alimentos in natura e mix de desidratados já foram doadas a 76 entidades de Fortaleza, Maracanaú e Caucaia, 14.761 pessoas, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos foram atendidas.

Já em relação ao PAA Leite, programa executado em parceria com o Ministério da Cidadania, foram distribuídos no ano passado 7.438.289 litros de leite bovino e 290.126 litros de leite caprino no ano passado. A ação atendeu a cerca 600 mil pessoas por meio de 1.989 entidades socioassistenciais em 111 municípios cearenses. O montante investido no Estado foi de R$ 16.113.091,75, executados na aquisição da produção de 1.475 agricultores familiares. Até a metade de 2020, a perspectiva é investir R$ 6 milhões na ação que cuida da população mais vulnerável.

“O PAA Leite sempre teve essa característica de atender às crianças que precisam do leite para se desenvolver, por uma questão essencialmente de segurança alimentar. Com o Mais Infância, estamos integrando ações para fortalecermos a nossa atuação em todo Estado”, arguiu a coordenadora do programa, Gizeli Moraes. Na abertura do Seminário Estadual do PAA Leite, a coordenadora cobrou de secretários municipais e prefeitos o envio de informações do público atendido através das entidades socioassistenciais, como nome, CPF e Número de Identificação Social (NIS), até 31 de março.

Meta

A intenção, explica o secretário do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, é quantificar com exatidão o público atendido através dos CRAS, entidades socioassistenciais devidamente cadastradas e escolas públicas. “O nosso objetivo é que o público que participa do programa do Leite esteja dentro do Mais Nutrição, recebendo uma cobertura mais completa do Governo do Ceará. Para isso, precisamos integrar estes dois bancos de dados e conhecer a real dimensão destes dois programas pelo interior cearense”, justificou.

“Considero o (PAA) Leite o grande carro-chefe do Programa de Aquisição de Alimentos em Quixelô, pelo serviço prestado às entidades socioassistenciais e também pelo incentivo à produção dos nossos agricultores familiares. A caprinocultura leiteira vem crescendo em Quixelô e mesmo o paladar do nosso povo tem se adaptando ao gosto ao leite de cabra, que inclusive traz inúmeros benefícios à saúde”, conclui a prefeita Fátima Gomes. Hoje, 135 crianças são atendidas pelo Programa Mais Infância no município do Centro Sul cearense.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm