Segurança

Mulher escreve carta exigindo 10 mil reais para não sumir com o filho da vizinha e acaba presa

Um trabalho desenvolvido pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do 25º Distrito Policial, capturou uma mulher que se passava por integrante de uma organização criminosa para extorquir sua amiga. Segundo as investigações, a infratora exigia a quantia de R$ 10 mil e ameaçava atear fogo na casa da vítima, caso a quantia não fosse paga. O flagrante aconteceu nessa quinta-feira (12), no bairro Montese, Área Integrada de Segurança 05 (AIS 05).

Após a vítima, que é uma servidora pública federal, comunicar a distrital sobre as ameças e a extorsão que estava sofrendo, os policias civis deram início às investigações. Segundo relatos da mulher, ela havia recebido uma carta que exigia a quantia de R$ 10 mil mediante ameaça, seguida de ligações que afirmavam que aconteceria uma explosão em cima da casa dela, caso não fosse acatado o pedido.

Diante das informações, foi combinado entre a vítima e a pessoa autora da extorsão, um local onde seria colocado o valor solicitado. Por conta desse fato, os policias civis montaram uma campana a fim de identificar e capturar o suspeito. Durante a diligência, os agentes perceberam a movimentação de uma mulher nas proximidades do local combinado, que expressava apreensão e buscava alguma coisa sem êxito, no local que teria combinado com a vítima que o dinheiro fosse deixado. Ao ser abordada pelos policias, Francisca Sandra Rodrigues de Oliveira (52), sem antecedentes criminais, estava em posse de um aparelho celular que continha ligações realizadas para o número da vítima na data do flagrante.

Durante as apurações sobre o caso, foi constatado pelos policias a relação de proximidade da infratora com a vítima, pois elas se conheciam há cerca de 11 anos, devido morarem na mesma rua. A vítima encontra-se com sua saúde debilitada e Sandra viu uma oportunidade de extorquir a mulher, mas foi capturada pelos agentes de segurança. Diante dos fatos, a mulher foi encaminhada para o 25º Distrito Policial, onde foi autuada por extorsão e encontra-se à disposição da Justiça. A Polícia Civil mantém as investigações no sentido de identificar outros partícipes da ação criminosa.

 

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm