Regionais

Servidores de Tauá denunciam que estão sendo demitidos pelo WhatsApp

Professores, merendeiras, auxiliares de serviço, assistentes de educação infantil e cuidadores denunciam que estão sendo demitidos por meio de mensagem de WhatsApp pela Prefeitura de Tauá.

Os funcionários começaram a ser comunicados ontem(13) e dizem que foram pegos de surpresa, já que muitos deles foram aprovados no processo seletivo realizado pelo município, cujo Edital prevê a contratação por um período de dois anos prorrogáveis por mais dois.

Os demitidos receberam mensagens de áudio e de texto comunicando a dispensa, mas não esclarece os motivos da dispensa.

Os prejudicados pedem que ao Ministério Público que entre no caso.

Algumas pessoas relataram à reportagem que entraram em desespero após receberem o comunicado da Prefeitura porque muitas famílias dependem desse salário devido a falta de oportunidades de emprego no município.

MP atende por meio remoto

Os servidores atingidos pela medida podem denunciar o caso ao Ministério Público de Tauá por meio de mensagem de WhatsApp ou e-mail, já que devido a pandemia do Coronavírus, não está havendo atendimento presencial.

Veja os contatos para o encaminhamento de denúncias!

(Redação do Blog Por Wilrismar Holanda) 

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm