Regionais

Tamboril: Mãe relata luta de filho contra à covid-19 e alerta pais para redobrar cuidados

O pequeno Lucas de 1 ano e 6 meses, é uma das 50 vítimas do coronavírus em Tamboril. Ele testou positivo na última semana. Antes da testagem, ele sentiu problemas de saúde, teve cansaço respiratório e falta de apetite. A mãe levou a criança ao hospital de Tamboril e após raio-x, foi levado para casa e orientado a passar 10 dias em tratamento para dor e garganta. Naquela oportunidade o teste para Covid-19 não foi realizado.

A família seguiu a orientação indicada no hospital e passou a tomar todos os cuidados durante os dias sugeridos. Após o período, a mãe, Jessica Ricarte, que é professora no município, disse que o filho continuou com os sintomas. “As pessoas diziam que eu estava paranóica” relatou ela em postagem no Facebook.

Na quarta-feira, 03 de junho, o pequeno Lucas acordou tarde depois de ir dormir cedo na noite anterior. Sem apetite, vomitava tudo o que ingeria, inclusive água. O estado de saúde dele preocupou ainda mais a família. Levado ao hospital novamente, a criança foi testada, dando positivo para a Covid-19.

O resultado provocou uma reviravolta na rotina da família. Os pais e a empregada testaram negativo. A pergunta que ficou sem resposta foi: como a criança foi infectada já que ele não saiu de casa? A mãe relatou a reportagem que estavam em isolamento social o tempo todo. Ela e o esposo Israel, que também é professor, saíram pouquíssimas vezes, apenas para comprar alimentos e itens essências para casa. Lucas não saiu durante esse período de pandemia para nenhum lugar e mesmo assim foi infectado.

Ele foi transferido as 23h30min da quarta (03) para Sobral. Durante a madrugada foi entubado e sofreu uma parada cardíaca. Por volta de 1h20min a mãe relata que ele foi estabilizado. Os momentos foram tensos

A situação do pequeno Lucas mobilizou uma corrente de orações por parte dos amigos da família. Um banner tem sido compartilhado nas redes sociais pedindo orações para que ele sai dessa. Mas a situação do pequeno Lucas ainda é preocupante.

A família suspeita que o filho tenha sido infectado por algum objeto que veio nas compras. As sacolas e até mesmo as embalagens dos produtos.

Lucas está em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva em Sobral. A mãe relata que só quem tem acesso ao local onde o filho está são os profissionais de saúde. Rins, pulmão e coração estão afetados. A criança está lutando pela vida e os pais vigilantes diuturnamente no hospital.

Em conversar com o Blog, a professora Jessica Ricarte pediu pra que alertássemos os pais. O vírus é invisível e pode estar em qualquer superfície. A higienização de todos os objetos e locais da casa se fazem necessários e deve ser uma prática diária, para garantir a saúde de todos.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm