Destaques

9,6 mil profissionais de saúde do Ceará adquiriram Covid-19 e 21 morreram

De acordo com dados da plataforma “Integra SUS”, da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará (SESA), até esta terça-feira, o Ceará tem 9.658 casos de Covid-19 confirmados entre profissionais dos serviços de saúde. Desde universo, 21 morreram em decorrência da doença.

Os números são das redes pública e privada. Até o momento, foram aplicados 30.440 exames, existem 6.154 casos em investigação e 9.041 trabalhadores já se recuperaram da doença. A taxa de letalidade entre funcionários de serviços de saúde do Ceará é 0,2%.

A cidade com maior número de trabalhadores da área com Covid-19 é Fortaleza, com 5.622 episódios, seguida de Sobral (474), Caucaia (448), Cascavel (162), Maracanaú (157) e Maranguape (123) e Pacatuba (107). Destaque ainda para cidades, como Canindé (95) e Itapipoca (94), que estão fora da Região Metropolitana de Fortaleza e registram grande número de Coronavírus entre profissionais da saúde.

Entre as categorias com maior número de casos confirmados, temos os técnicos ou auxiliares de enfermagem (2.834), enfermeiros (1.415) e médicos (1.130).

Nos óbitos, a ordem praticamente se repete: morrem nove auxiliares de enfermagem, seis médicos, três enfermeiros, um profissional de biotecnologia, um agente de saúde pública e condutor de ambulância.

De acordo com o médico Odorico Monteiro, que é professor de Medicina da UFC e pesquisador da Fiocruz Ceará, as mortes e os casos entre profissionais da saúde são maiores. Haveria, na avaliação dele, subnotificação. A declaração foi dada em live realizada na noite de ontem, 15, pela Fetamce, quando ainda eram 20 óbitos registrados.

Mortes e contaminações seriam evitas com melhores condições de trabalho

Denúncias que chegam à Fetamce dão conta que empregadores de profissionais de saúde não fornecem condições de trabalho adequadas. Entre as principais reclamações estão os equipamentos de proteção, em alguns casos os materiais disponibilizados são ruins e em outros são em pequena quantidade, não dando conta da demanda e obrigando a reutilização ou utilização por mais tempo, sem as trocas necessárias.

Seguro para profissionais de saúde do Ceará

Desde o dia primeiro de maio, os profissionais de saúde do Ceará diagnosticados com Covid-19 contam com o Fundo Estadual de Saúde (Fundes), iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa). Os valores são destinados ao pagamento de auxílios a profissionais de saúde contaminados pela doença e seguro em caso de morte causada pelo coronavírus.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm