Destaques

Como saber se estou inscrito no Cadastro Único

O Cadastro Único (CadÚnico) é uma plataforma criada pelo governo na tentativa de identificar as famílias brasileiras de baixa renda. Dessa forma, os usuários cadastrados passam a fazer parte das ações de políticas públicas, que têm por objetivo a melhoria da situação social desses cidadãos.

Entre os projetos que utilizam da inscrição no banco de dados para sua participação, estão o Bolsa Família, o programa Minha Casa, Minha Vida, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e recentemente o auxílio emergencial. Os participantes ainda podem conseguir isenção no pagamento de taxas em processos seletivos e concursos públicos.

Como consultar o CadÚnico?

O cidadão pode recorrer aos seguintes canais de atendimento do governo federal para a consulta ao programa:

Aplicativo “Meu CadÚnico”;
Site do Ministério da Cidadania; e
Número de telefone.

Como saber se meu nome está no Cadastro Único?

Para verificar se está na plataforma do governo, basta utilizar algumas das ferramentas abaixo:

Aplicativo: após baixar o app (disponível nas lojas Google Play e Apple Store), abra-o e toque em “Entrar”. Em seguida, insira suas informações pessoais básicas, como nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado.

Site: acesse o site do Ministério da Cidadania e ao final da página, preencha o formulário com as informações pessoas, como nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado. Feito isso, selecione a opção “Não sou um robô” e clique em “Emitir”. Uma dica é buscar por várias versões do nome.

Telefone: pode ser feito apenas por meio de um telefone fixo e sem custos pela operação. Basta ligar para o número 0800 707 2003 de segunda a sexta-feira, das 07h às 19h ou aos finais de semana e feriados nacionais, das 10h às 16h.

Como se cadastrar no CadÚnico?

Quem não está inscrito no CadÚnico pode se inscrever em qualquer Centro de Referência em Assistência Social (Cras) da cidade origem. O responsável pela família deve se dirigir até uma unidade munido do CPF ou título de eleitor. Além disso, é preciso apresentar pelo menos um documento com foto de cada membro da família.

Também é recomendado levar comprovante de residência para a realização do cadastro. Em razão do isolamento social, parlamentares estudam implantar o Cadastro Único 100%, garantindo a continuidade do serviço durante a pandemia.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm