Segurança

Dados do primeiro semestre de 2020 confirmam tendência de queda em mortes nas CEs

O número de mortes nas rodovias estaduais segue em queda no ano de 2020. Com a redução de 22,2% do total de vítimas fatais nas CEs em junho, o balanço do primeiro semestre deste ano confirmou a tendência de queda apresentada em todos os seis meses do ano. De janeiro a junho, 146 pessoas perderam a vida em acidentes nas CEs, queda de 21,5% diante dos 186 casos do primeiro semestre de 2019. São 40 mortes a menos registradas em comparação ao mesmo intervalo do ano passado. O emprego de reforço policial do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) aliado às ações conjuntas com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e os departamentos municipais de trânsito aparecem como uma das razões que podem explicar a série de diminuições.

“O BPRE fecha o primeiro semestre 2020 com importante índice de redução da fatalidade dos acidentes em todas as rodovias do Estado. O mês de junho confirmou esta tendência que vem desde janeiro. Fechamos os seis primeiros meses do ano com diminuição de 21,5% do número de mortos em comparativo do passado, o que significa 40 vidas que foram salvas. Importante ressaltar o nosso convênio com Detran e com órgãos municipais, que muito nos ajudam nesse controle mais local. Grande parte desse trabalho é fruto de um fiscalização com base nas estatísticas, principalmente nos locais em que se repetiam os acidentes. Nós temos focado em um trabalho de fiscalização maior e esperamos colher frutos ainda melhores. Temos metas ousadas nessa redução sempre com o intuito de preservar vidas”, comenta o tenente Bruno Henrique Lopes, chefe de Operações e Planejamento do BPRE.

A redução registrada no primeiro semestre é resultado do incremento das abordagens policiais e fiscalizações de trânsito nas rodovias estaduais que cortam o Ceará, com base nos locais onde há mais registros de acidentes. O incremento nas abordagens nas CEs cresceu 14,1%, ou seja, os agentes abordaram 63.612 veículos a mais do que o mesmo período do ano passado. Foram 514.059 abordagens de janeiro a junho de 2020 contra 450.447 no primeiro semestre de 2019. Em média, por mês, mais de 85 mil carros, motocicletas e ciclomotores foram abordados nas estradas em 2020. Da metade do mês de março a junho, o reforço policial foi intensificado em razão das medidas de isolamento social em todos os municípios do Ceará.

Além dos óbitos totais em queda, o BPRE registrou diminuição no número geral de acidentes. Foram 490 acidentes a menos na comparação entre os primeiros semestres de 2019 e 2020. Este ano, houve 838 acidentes fatais e não fatais contra 1.328 do ano passado. A retração nos números também foi contabilizada em pessoas feridas, com diminuição de 29,2%. No total, a diferença dos dois períodos analisados foi de 217 pessoas feridas a menos – 525 em 2020 contra 742 em 2019. Outro destaque nos números diz respeito aos óbitos de vítimas que estavam trafegando de moto. Mais de 72% das mortes no primeiro semestre de 2020 foram de pessoas que estavam de moto (106 das 146 mortes). Ainda assim, houve diminuição nesta variável: 20,9%, ou seja, foram 106 mortes este ano contra 134 do ano passado.

Colaboração

Parceiros no trabalho de prevenção do BPRE, as equipes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) mantiveram seu trabalho durante todo o semestre para evitar infrações recorrentes e que são potenciais riscos de acidentes como alcoolemia, excesso de velocidade e não utilização dos equipamentos de segurança como cinto, capacete e dispositivos de retenção para crianças. Além disso, os agentes de trânsito deram apoio às forças de segurança no cumprimento dos decretos estaduais que estabeleceram o isolamento social, seja na Capital ou no Interior, e na fiscalização da interrupção do transporte intermunicipal de passageiros.

Outro trabalho importante realizado pelo Detran e que contribui para a redução de acidentes é a manutenção da sinalização vertical e horizontal nas rodovias estaduais, com estudos de tráfego e instalação de equipamentos que priorizam a segurança viária, o pedestre e o combate ao excesso de velocidade, a infração mais cometida pelos cearenses. Além disso, o trabalho de recolhimento de animais nas rodovias estaduais, que é realizado diariamente e intensificado em períodos de grande fluxo de veículos, fez reduzir drasticamente ao longo dos anos esse tipo de acidente envolvendo abandono de animais, em especial, jumentos, nas estradas do Ceará.

Junho

Com a manutenção das ações planejadas de fiscalização e orientação aos motoristas em pontos estratégicos nas rodovias estaduais, junho também tem queda no número de óbitos. Oito vidas foram poupadas quando se compara os meses de junho de 2019 e 2020. Foram 28 mortes este ano contra 36 do ano passado. Os acidentes também diminuíram neste junho. A diferença entre um ano e outro ficou em 58 sinistros a menos, ou seja, foram registrados 147 acidentes contra 205. O registro de pessoas feridas também caiu: 93 em 2020 contra 106 do ano passado.

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm

error: Alerta: Conteúdo protegido !!