Destaques

Programa do Leite já distribui para famílias carentes, 27 mil litros diários em 117 municípios do Ceará

O Programa de Aquisição do Leite segue a todo vapor e já distribui diariamente 27 mil litros em 117 municípios cearenses. Em sua nova edição, a ação de segurança alimentar e nutricional irá adquirir parte da produção de 1.476 produtores de leite bovino e caprino e atender 196.187 cearenses de baixa renda com a distribuição do produto através de 2.489 entidades sociais já cadastradas.

A meta do programa, uma parceria entre a Secretaria do Desenvolvimento Agrário e o Ministério da Cidadania, é atender 179 municípios cearenses até o final de junho do próximo ano. O investimento previsto no estado é da ordem de R$ 25.059.380,60, incluindo aí a contrapartida estadual de R$ 4.750.677,255. A execução do PAA Leite 2020/2021 teve início na semana passada, no dia 7 de julho de 2020.

“Hoje, o Programa do Leite representa um enorme esforço do Governo do Ceará no combate aos efeitos sociais e econômicos da Covid-19. Estamos garantindo um alimento rico em nutrientes para quem mais precisa, num momento crucial do enfrentamento da pandemia no interior do Estado e renda certa para o pequeno produtor rural”, avalia De Assis Diniz, secretário do Desenvolvimento Agrário.

Em Catarina, o produto chega para usuários do CRAS e beneficiários do programa Mais Infância. A ação é realizada em parceria com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-CDS): um reforço a mais na segurança alimentar daqueles em situação de vulnerabilidade social. “O leite tem sido de suma importância porque fortalece os mais humildes”, reforça Ana Nery, coordenadora municipal do PAA no município dos Inhamuns.

“Para aqueles beneficiários que não podem se deslocar até o Cras, uma equipe ´toda aparamentada´ se desloca até onde eles moram e realiza a distribuição do leite e dos produtos do PAA Alimentos”, acrescenta a coordenadora. “Um programa complementa o outro e, sem sombra de dúvidas, poucos tem acesso ao leite, o que faz toda diferença na vida dos mais humildes, principalmente das crianças, idosos e gestantes”.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm