Segurança

Tamboril: Mãe presa e irmão apreendido, por participação na morte da jovem Diélica

O delegado de Polícia Civil de Tamboril Dr. Luiz Arthur e uma equipe de inspetores prenderam na tarde desta quinta-feira (16), a mãe e aprendeu o irmão da jovem Diélica Teixeira, 19 anos, morta no Distrito de Sucesso no dia 27 de junho. As ações foram autorizadas pela justiça do município. 

Antonia Ferreira Teixeira, conhecida como “Diana”, mãe da vítima é acusada de falso testemunho, omissão de socorro e associação criminosa. O outro preso é o irmão da vítima. Um menor de 15 anos, com uma extensa ficha de ações delituosas, tendo sido apreendido por 45 dias em um centro de atendimento a menores infratores. Ele é acusado de homicídio culposo, porte ilegal de arma e omissão de socorro.

Diélica foi morta por um tiro efetuado pelo irmão, conhecido como “Riquelme”. Segundo a investigação conduzida pelo delegado, ele e um comparsa que não teve a prisão decretada, estavam brincando de roleta russa com um revólver, quando o irmão apontou a arma para Diélica e disparou. O tiro acertou a nuca da vítima e ele morreu no local.

Segundo a investigação, a mãe teria tido para a polícia que o disparo foi efetuado por um homem encapuzado. Durante a investigação Dr. Luiz Artur descobriu que a versão da mãe, era fictícia. Ela teria criado a primeira versão, objetivando proteger o filho menor de idade. 

Em depoimento à polícia, o menor assumiu ter sido ele o autor do disparo. A arma, um revólver, calibre 32, numeração raspada foi apreendida pelo delegado e sua equipe. O laudo pericial comprovou que a bala que matou Diélica, saiu da arma apreendida.

A polícia civil da uma resposta à população de Tamboril e elucida um crime que tinha tudo para ficar na impunidade.

Compartilhe:

Comente com Facebook

Feiticeiro Fm